Acne neonatal: o que é?

0
384

Acne neonatal: o que é?

 

Condição natural de muitos recém-nascidos, a acne neonatal acaba assustando os pais de primeira viagem, mas na maioria dos casos ela não incomoda o bebê. Ela costuma aparecer entre a terceira e quarta semana de vida e pode permanecer na pele até o sexto mês.

 

A acne neonatal é uma reação da pele por conta da transmissão de hormônios da mamãe para o bebê, por meio do leite materno. Nem todos os recém-nascidos desenvolvem a acne neonatal, apenas aqueles que possuem uma predisposição genética.

Como tratar a acne neonatal?

 

Não tratando! Sim, não existem tratamentos específicos para a as espinhas em bebês, isso porque a pele do recém-nascido é extremamente delicada e frágil, sendo sensível ao excesso de produtos.

 

Normalmente elas aparecem no rosto, na região das bochechas e queixo, pescoço, peito e nas costas da criança. O melhor a fazer é manter em observação e não espremer de jeito nenhum, para não inflamar e incomodar.  

 

Nessa fase convém manter um cuidado maior com a higiene do bebê, evitando o contato com a região lesionada. Ao pegar o recém-nascido no colo, lave bem as mãos com produtos sem cheiro. Cremes, óleos e pomadas também devem ser evitados, pois pode agravar a irritação da pele.    

Cuidados com a pele do recém-nascido

 

Fina e suave, a pele do bebê precisa de cuidados especiais para que possa se desenvolver de maneira saudável.  Para evitar complicações por conta da acne no recém-nascido, convém tomar alguns cuidados:

 

– Após o banho, ao secar o bebê evite esfregar a toalha. O ideal é apenas encostar de maneira delicada e não deixar nenhuma umidade, pois os fluidos podem contribuir para o surgimento de mais lesões;

 

– Em altas temperaturas e em clima de verão, procure deixar o bebê sempre seco. O suor piora o quadro de acne neonatal;

 

– Em hipótese alguma esprema as acnes;

 

– Evite o contato nas regiões lesionadas, como a saliva em beijos no rosto da criança;

 

– Utilize apenas produtos neutros, com fórmulas leves e sem cheiros, específicos para recém-nascidos;

 

– Nunca use produtos de adulto na pele do bebê. Eles possuem fórmulas distintas e podem agredir as espinhas;

– Óleos podem acentuar o problema, ou seja, melhor evitar passar nas áreas prejudicadas;

 

– Caso o bebê tenha lesões no peito e nas costas, convém utilizar roupas de 100% algodão, para evitar alergias;

 

– A melhor maneira de lavar as roupas do bebê para evitar qualquer possível irritação é o sabão de coco ou o neutro. Não é necessário utilizar amaciante.

 

A acne neonatal normalmente desaparece sozinha aos 6 meses de vida do bebê, então é preciso ficar atenta a esse prazo. Se bolhas vermelhas com líquido dentro continuarem na pele, se os pais perceberem uma certa irritação da criança ou até mesmo vômito e falta de apetite, o ideal é procurar um pediatra, que em casos graves, irá encaminhar para um dermatologista.

 

Nunca utilize pomadas ou qualquer outro produto por conta própria na pele do bebê. Existem fórmulas específicas com dosagens infantis que podem ser receitadas por um médico especialista.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here