Acupuntura para ansiedade: realmente funciona?

0
714

Acupuntura para ansiedade: realmente funciona?

Falta de ar, palpitação no coração, insônia e boca seca. Esses são apenas alguns dos sintomas da ansiedade, transtorno que pode atrapalhar de maneira grave a vida de uma pessoa, causando problemas na área pessoal e profissional e atrapalhar o desenvolvimento de suas atividades diárias. Felizmente já existem tratamentos terapêuticos que podem ajudar neste campo, como a acupuntura para a ansiedade. 

A acupuntura como forma de tratamento da ansiedade é indicada para crianças, adultos e idosos, e contribui para aliviar problemas de nível social, diminuição do foco e atenção, gerado pela inquietação e agitação. Gestantes também podem tratar a ansiedade que é comum ocorrer durante a gravidez, com a aplicação de agulhas. Durante as sessões não são utilizadas nenhum tipo de medicamento, apenas agulhas que devem ser descartáveis. Verifique a higiene da clínica antes de iniciar o tratamento.  

Acupuntura para ansiedade: quais os benefícios? 

Na Medicina Tradicional Chinesa, a aplicação de agulhas em determinados pontos pode auxiliar no equilíbrio das energia do corpo e afastar as tensões, provocando um relaxamento e sensação agradável.  A acupuntura e o transtorno de ansiedade se complementam, pois o desbloqueio de determinados pontos estimulam a produção de hormônios que produzem a sensação de bem-estar e alegria, a endorfina e a serotonina.  

O método traz inúmeros benefícios para quem possui transtornos psicológicos:

– Equilibra o fluxo de energia;

– Proporciona um relaxamento intenso; 

– Alivia os sintomas da ansiedade;

– Diminui as variações de humor repentinos;

– Traz foco e concentração; 

– Controla os sintomas da depressão;

– Ajuda a regular o sistema nervoso;

– Diminui os sintomas somáticos, como boca seca, respiração agitada e tensão muscular.

Tratamento com acupuntura 

A acupuntura é uma terapia milenar que é reconhecida pelos principais órgãos de saúde do mundo, inclusive pela Organização Mundial de Saúde (OMS). No Brasil, a aplicação de agulhas no tratamento de doenças é uma realidade no Sistema Único de Saúde (SUS), desde 1988, quando ela foi implementada como uma terapia complementar. 

É importante dizer que a acupuntura geralmente não costuma doer. Pode ser que paciente sinta um desconforto durante a aplicação, se a região estiver tensa. Normalmente as pessoas que buscam o tratamento acabam optando pela tradicional aplicação de agulhas pelo corpo, porém existem outros métodos que podem ser utilizados, como:

– Acupuntura a laser: onde luzes vermelhas ou verdes de baixa intensidade são aplicadas nos pontos de tratamento, gerando um controle das instabilidades emocionais. Não produz queimaduras e não existe contato com a pele do paciente.

– Auriculoterapia: com o uso de micro agulhas, sementes de mostarda ou cristais consegue tratar apenas com os pontos específicos presentes na orelha do paciente.

– Acupressão: técnica onde as mãos são utilizadas para pressionar os pontos específicos da medicina chinesa ligado aos nervos que correspondem às emoções, estimulando o funcionamento correto do organismo.

Na acupuntura para ansiedade é possível conciliar o tratamento alternativo com o tratamento medicamentoso. Para isso, é importante que exista o diálogo e que o médico saiba sobre as sessões e as aplicações das agulhas. O trabalho dos médicos em conjunto é essencial, pois só assim será mais fácil aos poucos diminuir as doses dos remédios, na maioria das vezes tarjados, e proporcionar ao paciente uma condição de vida sem medicamentos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here