Alergia na vagina: principais causas, sintomas e tratamentos

0
515

Alergia na vagina: principais causas, sintomas e tratamentos 

É muito possível que você já tenha sofrido com alergia na vagina. O incômodo causado nos genitais femininos ataca as mulheres pelo menos uma vez na vida. As causas que podem originar coceiras na vagina são as mais diversas, desde agentes externos simples a doenças mais sérias que necessitam de tratamento. 

Vermelhidão, odor desagradável, corrimento e outros sintomas podem aparecer juntamente com a alergia na vagina. Conheça as principais causas dessa situação desagradável que atrapalha o dia-a-dia das mulheres. 

Agentes causadores de alergia na vagina

A alergia na vagina pode surgir através de muitos agentes externos. Desde falta de higiene, produtos cosméticos e até mesmo roupas íntimas inadequadas. Você pode desenvolver coceiras, por exemplo, por conta de um amaciante de roupas ou sabonete! Por se tratar de uma área sensível, às possibilidades de desenvolver alergias é ainda maior. 

Em casos mais graves, em que a mulher além de coceiras pode apresentar mau cheiro e corrimentos, o ideal é procurar por um ginecologista assim que perceber algo errado. Isso porque doenças como a vaginose, gonorréia, tricomoníase e candidíase podem estar presentes no organismo.

Você também pode apresentar alergia na vagina decorrente do ato sexual. Muitas são as mulheres que desenvolvem coceiras e ardor logo após a relação sexual. As causas também podem ser as mais variadas, como alergia ao material do preservativo, alergia aos lubrificantes, alergia ao sêmen do parceiro, ou até mesmo falta de lubrificação adequada. Você pode ser afetada pela falta de lubrificação por conta da menopausa, falta de estimulação do parceiro e também razões psicológicas. Para que a causa exata do problema seja descoberta, você deve consultar um ginecologista de sua confiança. Ele irá solicitar exames para averiguar a causa da sua alergia na vagina. 

Alergia na vagina: causas comuns 

Uma bactéria muito comum, que atinge 99% da população feminina é a candida. Esta bactéria é responsável por uma alergia na vagina capaz de apresentar diferentes sintomas. O excessivo crescimento do vírus candida na vagina pode provocar muita coceira, ardor, vermelhidão e corrimento branco, parecidos com leite talhado. Não é difícil de identificar e deve ser tratado com medicação e pomada específicos para o problema. O uso de antibióticos, por exemplo, pode baixar a imunidade do corpo e fazer com que a mulher apresente episódios de candidíase.

A alergia na vagina pode ser causada também por agentes externos como sabonetes, cremes e produtos aplicados diretamente na região. Amaciantes perfumados também podem desencadear episódios de coceiras e ardor na região íntima, despertando a necessidade de cuidados. Neste caso, por não se tratar de doenças, comece por deixar de lado o uso de todos os produtos que possam estar causando a coceira. Caso persista, procure um médico que possa averiguar se há algum agente causando mal estar.

Embora mais comum do que se possa imaginar, a alergia na vagina é um incômodo que pode trazer desconforto ao dia-a-dia das mulheres. Muitas vezes as colocando em situações embaraçosas e desconfortáveis. Além disso, alguns tipos de alergia podem trazer consigo odores desagradáveis e assaduras. Procure um médico ginecologista se apresenta sinais de alguma anormalidade em sua região genital. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here