Alimentos que causam cólicas no bebê

0
457

6 alimentos que causam cólicas no bebê

Se você está amamentando ou tem um bebê que está começando a explorar o mundo das comidas sólidas, é sempre bom saber quais são os alimentos que causam cólicas no bebê. Depois disso, talvez você queira evitar as tentativas de empurrar o brócolis goela abaixo do seu pequeno – pelo menos até os 2 aninhos de vida.

Quais são os alimentos que causam cólicas no bebê

De acordo com a britânica NHS, a cólica é um problema que afeta 1 a cada 5 bebês. A dieta da mãe está estritamente relacionada à sua produção de leite – e o que você come também é o que o bebê come. Por isso, é bom saber algumas dicas antes de abusar de um ou outro alimento se não quiser que o seu pequeno sofra com gases e cólicas.

 

Já para os pequeninos que começaram a comer, é bom saber o que evitar nas suas primeiras tentativas de apresentá-lo ao mundo da gastronomia. Eis alguns alimentos que podem ser uma má experiência para ambos os casos:

 

1. Brócolis e legumes verdes

O brócolis, assim como os demais vegetais crucíferos (couve de bruxelas e repolho) é um legume que tem alta concentração de sulfatos, agentes que causam gases quando estão no nosso estômago. Para as lactantes, comer um pouquinho geralmente não afeta a composição do leite, só tente evitar o consumo em excesso porque o sulfato é um dos ingredientes principais de alimentos que causam cólicas no bebê.

 

2. Milho

Talvez você já tenha reparado após comer milho, que as fezes continham pontinhos amarelos, as casquinhas desse alimento. Isso acontece porque a composição dessas casquinhas, basicamente, é celulose, um composto que o corpo humano não consegue digerir. Se você comer muito milho, também terá dor de barriga.

 

Agora imagine que está amamentando e que come muito milho ou que deu um pouco para o seu pequeno experimentar. Se nem o nosso corpo digere, o do bebê vai achar essa experiência muito estranha e pode desencadear uma cólica, mesmo em pequena quantidade.

 

3. Cafeína

O café desperta e deixa as mamães prontas para mais um dia – especialmente nos primeiros meses, em que a privação de sono é muita! Infelizmente, as mamães cansadas têm que procurar outra alternativa.

 

Além de causar cólicas no bebê, a cafeína também causa insônia e pode sobrecarregar o sistema nervoso da criança e gerar irritabilidade. Isso porque os bebês ainda não têm anticorpos necessários para fazer a quebra da cafeína no leite materno. Se você não puder ficar sem essa dose diária de energia, irá encontrar boas alternativas no chá de alcaçuz.

 

4. Batata

Batatas são uma excelente maneira de as mamães manterem a reserva de carboidratos em ordem enquanto estão amamentando. Além disso, é possível consumi-la de tantas maneiras: gratinada, frita, assada, rústica… Uma delícia! Apesar disso, elas são muito pesadas para digestão do bebê.

 

Embora o seu corpo consiga lidar com isso numa boa, o sistema digestivo do bebê ainda não é desenvolvido a ponto de processar uma grande quantidade de carboidratos no leite materno. Isso porque os bebês ainda não produzem a amilase, enzima responsável pela quebra e digestão dos amidos. Por isso, é recomendado que você evite maneirar no consumo e no oferecimento de batatas até que a criança complete 1 ano.

 

5. Pimenta, cebola e alho

O tempero na comida certamente não é um problema para o bebê. Porém, se você é fã de pimentas fortes, muito alho e cebola, pode ser que o seu bebê ainda não seja ou que tenha um sistema digestivo mais sensível que o seu. Enquanto estiver amamentando, evite consumir muita pimenta, alho e cebola.

 

Apesar de fazerem bem quando ingeridos em quantidade razoável, se a mãe ou o bebê consumirem uma quantidade acima do normal desses temperos, há grandes chances de haver cólicas algumas horas depois.

 

6. Frutas cítricas

Frutas cítricas são alguns dos alimentos que causam cólicas no bebê: laranja, limão, lima e mexerica, tomates, abacaxis e morangos são alguns alimentos ricos em ácido cítrico – sim, a maioria das frutas mais saborosas é rica nesse ácido que não faz bem ao estômago dos bebês. Lembre-se de olhar também os rótulos dos produtos industrializados porque muitos deles contêm ácido cítrico na fórmula como aditivo.

 

Frutas ácidas causam azia e má digestão nos estômagos dos pequeninos e podem fazer uma bagunça lá dentro. Se estiver amamentando ou fazendo a introdução alimentar no seu filho e quiser apresentá-lo às frutas, as bananas, cocos, melancia, maçã (cozidas, para amolecer) e uvas estão liberadas.

 

Ajustar sua dieta para aliviar as dores do seu pequeno não vai ser uma tarefa difícil quando você vir a recompensa pelo seu esforço em um bebê mais feliz, tranquilo e sem dor. Saber os alimentos que causam cólicas no bebê é o primeiro passo para evitar que elas aconteçam – seja na sua dieta, por meio da amamentação, ou nos primeiros contatos do seu pequeno com o mundo da gastronomia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here