Saiba quais são os alimentos que aumentam a glicose

0
1083

Saiba quais são os alimentos que aumentam a glicose

A glicose é essencial para nos movimentarmos, fazermos as nossas tarefas diárias e até para pensarmos. Ela é a principal fonte de energia do corpo. Mas, em excesso, ela não faz nada bem. Um grande aumento do seu nível no sangue pode causar problemas de saúde, como o aumento do risco de desenvolver diabetes.

 

Atualmente, a OMS (Organização Mundial da Saúde) recomenda que a ingestão de açúcar não ultrapasse 5% das calorias totais por dia.

Alimentos que aumentam a glicose

A taxa de glicose aumenta com o consumo de todos os alimentos, porém o nutriente que mais afeta é o carboidrato simples. Esses alimentos são convertidos em açúcar no sangue, sem nenhuma fonte integral. A dica é optar sempre pelas versões integrais, que têm menos açúcar e, consequentemente, menor índice glicêmico.

 

O carboidrato simples está presente principalmente em:

 

Pães

Biscoitos

Arroz branco

Batatas

Massas

Mandioca

Polenta

Farináceos em geral.

 

Mas também em:

Frutas secas

Sucos

Balas

Doces

Refrigerantes

Mel

Bebidas alcoólicas

Geléia de frutas

 

Veja outros tipos de alimentos que aumentam a glicose.

 

Doces

 

Os doces são grandes inimigos dos diabéticos e aumentam os níveis de glicose no sangue. Alguns alimentos como chocolate, pudim, bala, mousse, leite condensado, bolos e sorvetes são muito perigosos, pois contêm uma grande quantidade de açúcar.

 

Mas engana-se quem pensa que apenas as comidas com muito açúcar fazem mal. Alimentos sem açúcar também podem causar aumento dos níveis de glicose. Vários contêm carboidratos de amido, gordura e fibras em abundância.

 

Para não aumentar a glicose e continuar a ter um gostinho de doce na boca, o ideal é optar por frutas com casca e bagaço como sobremesa ou doces diet em pequena quantidade. Mas tome cuidado para não extrapolar. Consuma estes alimentos no máximo 2 vezes por semana.

 

Cafeína

 

A cafeína também exige cuidado. Presente no café, no chá preto e no chá verde, ela pode elevar a taxa de glicose.

 

Carnes processadas

O nitrato de sódio e as nitrosaminas são substâncias presentes nas carnes processadas que causam danos ao pâncreas.

O consumo habitual de carne processada, especialmente o presunto, contribui para o aumento da inflamação do corpo e do estresse oxidativo, que são fatores que estimulam o  desenvolvimento de diabetes. Além disso, esses alimentos são confeccionados com carnes vermelhas e aditivos, que possuem substâncias químicas tóxicas ao organismo e também são riscos para o aparecimento de diabetes.

Alguns tipos de carnes processadas são:

Bacon

Salame

Salsicha

Linguiça

Mortadela

Presunto

 

Uma dica é trocar as carnes processadas por outros tipos de proteína que também dêem saciedade ao organismo, como cogumelos e queijo branco sem sal.

Bebidas alcoólicas

As bebidas alcoólicas também têm alto índice glicêmico, principalmente a cerveja e a caipirinha. Além de desidratar, a cerveja aumenta a concentração de açúcar no sangue. Já a caipirinha é feita com um derivado da cana-de-açúcar e, por isso, leva mais açúcar.

Na escolha entre uma cerveja, uma caipirinha e uma taça de vinho, opte pelo vinho. Ele tem resveratrol, que beneficia o sistema cardiovascular.

 

Alimentos gordurosos

 

Uma refeição rica em alimentos gordurosos como frituras, carnes com gordura, creme de leite, nata, banha, maionese, salgadinhos industrializados e até comida chinesa pode manter os níveis de glicose no sangue altos por um longo período de tempo.

 

Para evitar o aumento de açúcar no sangue e problemas de saúde, como o aumento do risco de diabetes, recomenda-se diminuir a ingestão de carboidratos simples, alimentos gordurosos, carnes processadas, doces, bebidas alcoólicas e cafeína. Uma dieta saudável é o melhor caminho para manter os níveis de glicose estáveis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here