Asma tem cura?

0
283

Asma tem cura?

 

Normalmente ao ser diagnosticado com essa doença, a primeira pergunta que surge é  “asma tem cura?”. A asma é uma doença crônica que atinge as vias aéreas, deixando os brônquios mais sensíveis e provocando uma séria inflamação.

 

Seus sintomas começam com falta de ar, dores no peito e cansaço, podendo evoluir para o bloqueio das respiratórias, deixando o paciente com uma aparência azulada, alcançando um estado de óbito se não tratado.  

Asma tem cura? Sim ou não

 

Antes mesmo de saber se asma tem cura é importante perceber de qual maneira a doença se apresenta na vida do paciente. A asma não tem cura, mas é possível viver tranqüilamente com ela, desde que seja realizado um tratamento específico, com remédios contínuos para evitar crises fortes de falta de ar.

 

Ao menor sinal de crise, o doente deve permanecer cauteloso, por isso é importante que ele aprenda a conhecer o seu sistema respiratório e quais são os gatilhos que desencadeiam a doença.  

 

Quais os tipos de asma?

 

Ela se apresenta em duas versões: a asma alérgica e a asma não alérgica. A primeira costuma ser desencadeada pela inalação de substâncias que causam inflamação, como pelos, poeira, ácaros, mofo, perfumes. Já a não alérgica pode ser causada por mudanças no tempo, estresse, contato com nicotina e até atividades físicas.

 

Existem três níveis de estágio. A asma leve, quando é possível contornar o quadro com medicação contínua, a asma moderada que gera um estado de alerta e a asma grave que é quando o paciente deve ser levado imediatamente ao hospital.

 

Asma: causas mais comuns

 

Entre os fatores de riscos que envolvem tanto crianças, quanto adultos, estão:

 

  • Obesidade

O excesso de peso pode acabar facilitando o processo de inflamação dos brônquios.

 

  • Histórico de alergias

Se naturalmente o paciente já apresenta muitas irritações alérgicas, é provável que ele possa desenvolver também a asma.

 

  • Genética

A questão hereditária é um dos fatores para o desenvolvimento da asma e de quadros alérgicos, por conta da predisposição da genética familiar.

 

  • Cuidados na gravidez

O uso do cigarro durante a gestação pode causar um quadro de asma no recém nascido, relacionado também ao baixo peso do bebê durante o processo gestacional.

 

Cuidados importantes para portadores de asma

 

É importante que as pessoas que buscam uma melhoria da asma tomem algumas medidas para conviver com a doença:

 

– Aprendam a conhecer os seus limites para conseguir controlar sozinho as crises;

 

– Percebam quais são os gatilhos que fazem desencadear a enfermidade. O perfume da mãe, as flores do escritório, o estofado do carro?

 

– Ao ter contato com gatos, cachorros ou outros animais peludos, procurem não colocar o rosto próximo ao animal para não inalar os pelos;

 

– Os remédios são grandes aliados, por isso tenham eles sempre por perto. Façam uso seguindo as orientações do médico;

 

– Fumar cigarros é o pior erro que um asmático pode cometer. Fiquem longe deles!

 

– Procurem viver em um ambiente limpo e não fiquem em lugares onde  possa desencadear uma crise. Locais fechados por muito tempo, com mofo nas paredes, poeira no chão;

 

– É possível levar uma vida normal com a doença, não deixem que ela seja um empecilho na sua trajetória.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here