Você já ouviu falar em cefaleia de tensão? Saiba o que é

0
462

Você já ouviu falar em cefaleia de tensão? Saiba o que é

Esse é o tipo mais comum de dor de cabeça e afeta, principalmente, as mulheres.

A cefaleia de tensão, também conhecida como cefaleia tensional, é uma dor de cabeça geralmente descrita como a sensação de uma faixa apertando o crânio, de leve a moderada intensidade. Apesar de ser o tipo mais comum de dor de cabeça – 38% a 74% dos brasileiros sofrem com cefaleia tensional, segundo a Sociedade Brasileira de Cefaleia – suas causas ainda não são bem compreendidas.

As mulheres compõem o maior grupo de pessoas que sofrem com cefaleia de tensão: em torno de 88%. As dores de cabeça tensionais são ainda mais comuns em torno dos 40 anos, embora todas as faixas etárias possam apresentar o problema.

Principais causas da cefaleia de tensão

A dor de cabeça de tensão pode ser uma junção de vários fatores. Em alguns casos, a cefaleia tensional é causada pela contração involuntária e crônica de músculos na parte de trás do pescoço e do couro cabeludo, devido a:

– Cansaço;

– Postura incorreta;

– Estresse;

– Ansiedade;

– Fome;

– Excesso de exercícios físicos.

A cefaleia de tensão pode se manifestar em episódios isolados, normalmente desencadeada por fatores de estresse emocional como perda o emprego ou um novo trabalho, rotina diária acelerada ou cansaço mental, por exemplo.

Outros fatores que contribuem para a cefaleia de tensão são o consumo de álcool e tabaco, excesso ou abstinência de cafeína, infecção viral, problemas odontológicos e sinusite.

Entretanto, se expor a tantas situações estressantes e de risco podem transformar a dor de cabeça episódica em um problema crônico. Na cefaleia tensional crônica, a dor está sempre presente, mas pode variar em intensidade durante o dia. Nesse caso, é preciso acompanhamento médico para o tratamento adequado.

Sintomas de cefaleia de tensão

Os principais sintomas da dor de cabeça de tensão são:

– Dor ou pressão (leve ou moderada) na frente, topo ou laterais da cabeça;

– Dor de cabeça no final do dia;

– Dificuldade em adormecer e manter o sono;

– Cansaço;

– Irritabilidade;

– Dificuldade de concentração;

– Sensibilidade à luz ou som;

– Dores musculares.

Ao contrário da enxaqueca, a cefaleia tensional normalmente não vem acompanhada de distúrbios visuais, náuseas ou vômitos.

Tratamento de cefaleia de tensão

Se a dor de cabeça interfere na qualidade do seu dia ou se você precisa recorrer à medicação mais do que duas vezes por semana, procure ajuda médica. Evite a automedicação, pois pode desencadear um quadro de alergia, esconder um problema mais sério que está causando a dor de cabeça tensional e precisa ser tratado ou, ainda, o uso prolongado de alguns analgésicos pode piorar as dores.

Para um diagnóstico mais preciso, é importante verificar as características da dor de cabeça: ela é pulsante ou constante? Afiada ou profunda? Você consegue trabalhar durante uma crise de dor de cabeça? Ou dormir? Ela aparece apenas em um lado de sua cabeça, na testa ou atrás dos olhos?

O mais importante é observar o que pode estar apertando o gatilho da cefaleia de tensão no seu dia e procurar evitar essas situações. Se alimentar corretamente, corrigir a postura, beber bastante água durante o dia, praticar atividade física, dormir bem e procurar manter a calma diante de situações estressantes são boas dicas para afastar a dor de cabeça tensional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here