Dicas de chá para inflamação no útero

0
354

Dicas de chá para inflamação no útero

A inflamação do útero pode ocorrer  no colo, ocasionando cervicite, ou na região interna do útero, gerando endometrite. Ela é causada por infecções, alergias ao material dos preservativos, alteração do pH por falta ou excesso de higiene, ferimentos na região e lesões provocadas pelo parto.

O problema pode ser amenizado por receitas simples, como chá para inflamação no útero, que podem servir de complemento ao tratamento médico. Por serem naturais e terem diversas propriedades, essas soluções podem ajudar a amenizar os sintomas e diminuir as dores da inflamação.

Os principais sintomas da inflamação são corrimento com mau cheiro, coceiras na genitália e sangramento fora do período menstrual ou durante e após as relações sexuais, além de  dor ao urinar e na parte inferior da barriga.

O diagnóstico é realizado pelo teste de papanicolau ou um exame chamado colposcopia, no qual se coleta material da genitália para análise. 

Chá para inflamação no útero

Uma boa receita caseira pode ajudar a complementar o tratamento médico e aliviar os sintomas da doença. São recomendados vários tipos de chá para inflamação no útero. Confira a lista que separamos com as receitas de chás para inflamação no útero mais usadas. 

Chá de tanchagem

Ferva 1 litro de água filtrada em uma panela e depois acrescente 20g de folhas de tanchagem. Tape e deixe descansar por alguns minutos. Beba 4 xícaras de chá por dia.

Chá de folhas de bananeira

Coloque 1 litro de  água filtrada para ferver e, quando estiver em ponto de fervura, adicione 20g de folhas de bananeira. Ferva a solução durante 3 minutos, em seguida retire a panela do fogo e deixe-a repousar. Beber esta infusão entre 3 e 4 vezes ao dia.

Chá de folhas de goiabeira

Ferva 1 litro de água filtrada, logo em seguida adicione 20 gramas de folha de goiabeira.. Cubra a mistura por 10 minutos e, em seguida, coe e ingira a bebida. Tome entre 4 e 5 xícaras por dia. 

Chá de Jurubeba

Adicione 1 litro de água filtrada fervente sobre 2 colheres de sopa de folhas, frutos ou flores de jurubeba e deixe repousar por 10 minutos. A seguir coe a bebida e tome 3 xícaras de chá por dia, sem adoçar.

Chá de Carqueja

Ferva meio litro de água filtrada e, logo após o ponto de fervura, desligue o fogo. Acrescente 10g de folhas de carqueja. Tampe o recipiente por 10 minutos e, em seguida, coe e beba.  A recomendação é de ingerir a cada 6 ou 8 horas.

Chá de cavalinha

Ferva  meio litro de água filtrada, em seguida, acrescente 2 colheres de sopa da  folha de cavalinha. Desligue o fogo imediatamente e deixe tudo tampado por 5 minutos, no máximo. Quando amornar, coe e beba. É recomendado não guardar a bebida na geladeira e você deve ingeri-la, no máximo, 3 vezes ao dia.

Chá de aroeira

Coloque 1 litro de água filtrada para ferver. Assim que a panela entrar em ebulição, desligue o fogo e acrescente 100g do pó das cascas de aroeira. Abafe o recipiente por cerca de 10 minutos. Coe o líquido e beba-o 3 vezes ao dia.

Banho de flores de camomila

Basta colocar cerca de 3 litros de água morna numa bacia bem limpa e depois adicionar flores de camomila, permanecendo sentada ali por alguns minutos. Banhar-se de 2 a 3x ao dia.

Importante saber que não são indicados para gestantes ou mulheres em fase de lactação e para pessoas com pressão descontrolada. Não utilizar em excesso.

Tratamentos médicos 

O uso de intervenções mais alternativas, como a ingestão de chá para inflamação no útero, não deve ser feita de forma isolada, mas acompanhada dos métodos tradicionais, recomendados pelos médicos. O tratamento correto depende da causa da inflamação. Quando a doença é decorrente de  infecção, trata-se com antibióticos, antifúngicos ou antivirais em comprimidos ou pomadas. Em inflamação crônica, podem ser necessários cauterização e uso de cremes vaginais. Deve-se evitar duchas vaginais porque causam alteração da flora vaginal. Em alguns casos, os parceiros sexuais também precisam fazer o tratamento, para que não haja reinfecção.

Se a inflamação é causada por alergia a materiais como a camisinha e o diafragma, deve-se suspender a utilização desses produtos. 

Caso a inflamação no colo do útero progrida para a sua região interna, causando a endometrite, é preciso usar antibióticos por via intramuscular ou endovenosa, ou pode ser necessária até mesmo internação hospitalar.

Dessa forma, os diferentes tipos de chá para inflamação no útero devem ser acompanhados de um método medicinal eficaz, recomendado pelo médico. De qualquer forma, por serem naturais e terem diversas propriedades, essas bebidas podem ajudar a amenizar os sintomas e diminuir as dores da inflamação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here