Culinária ayurveda: cardápio para 7 dias de imersão

0
346

Culinária ayurveda: 7 dias de imersão

A filosofia indiana ancestral sobre alimentação e bem estar, apesar de antiga, talvez seja exatamente do que você precisa. Sem precisar abrir mão daquilo que gosta – mas também sem excessos – a culinária ayurveda promete uma saúde melhor. Como? É o que vamos ver juntos em um plano de 7 dias.

Nutrindo corpo e alma com a culinária ayurveda

A prática de ayurveda consiste em harmonizar corpo e mente, e o que você come tem muito a ver com atingir ou não esse equilíbrio.

De acordo com a filosofia ayurveda, a constituição de cada ser pode ser categorizada de três maneiras, conhecidas como doshas: Kapha, Pitta e Vata. Esses três agem como guias em todos os aspectos da saúde, incluindo a nutrição.

Você pode seguir algumas dicas para saber em que categoria se encaixa. Quem pode te ajudar é um terapeuta ayurvédico, capaz de determinar o seu dosha. Mas aqui vão algumas dicas:

  • Kapha: tendem a ter cintura e ombros mais largos. Podem ser mais suscetíveis à bronquite e sinusite quando estão em desequilíbrio.
  • Pitta: têm maiores níveis de energia e boa tonificação muscular, mas têm um temperamento difícil quando não estão harmonizados. São mais propensos às úlceras, alergias e problemas dermatológicos.
  • Vata: tendem a sentir mais frio. Quando estão em desequilíbrio, têm mais tendência à artrite e à pele seca.

Comer de acordo com o seu dosha significa atender os seis sabores da culinária ayurveda: doce, azedo, amargo, picante, adstringente e salgado. Cada um dos seis sabores tem características peculiares, e é dessa maneira que eles agravam ou aliviam os doshas.

Esses sabores são associados a dois elementos: ar, espaço, água, terra e fogo. Para ativá-lo, você precisa incluir os seis sabores na sua dieta diariamente.

Para se integrar de fato na culinária ayurveda, você precisa da ajuda de um praticante ou profissional. Mas, se tiver curiosidade, pode fazer uma imersão de 7 dias para ver se a prática tem a ver com o que você busca.

Segunda-feira: brinque com a sua comida

Uma vez que você determinou o seu dosha principal, tire o dia para explorar algumas regras de acordo com ele. A cada duas ou três horas, confira como a sua alimentação está fazendo efeito sobre você.

Preste atenção, por exemplo, ao tempo que espera entre uma refeição e outra. Para pessoas que têm o dosha Vata ou Pitta, é preciso comer com mais frequência do que os Kaphas. Se você se enquadra na categoria Vatta ou Pitta, o ideal é que coma a cada duas horas.

Terça-feira: transforme-se em um mestre dos sabores

Tente entender como os alimentos estão relacionados com o seu sabor. Por exemplo, por que o café é amargo e a batata doce é doce. Você vai perceber que nem sempre os alimentos vão se encaixar em uma categoria – até porque, a maioria dos grãos é considerada como açúcar, mesmo que o sabor não seja doce.

Uma maneira simples de conseguir reunir todos os sabores em uma refeição é tentar conhecer um pouco mais da culinária indiana – o lugar onde nasceu a ayurveda – e se inspirar com os pratos

Quarta-feira: foco na digestão

No cerne de cada ser está o que os ayurvedas chamam de Agni – ou o “fogo digestivo”. Quando não está equilibrado, pode causar problemas na digestão e contribuir para o surgimento da Ama, que é tóxica.

Cada dosha manifesta seus problemas digestivos de maneira diferente. Para uma pessoa Pitta, que tem mais energia, o problema é a acidez do estômago – sensações como queimação e azia são comuns nesse dosha. Para combater a azia, você pode diluir cominho ou coentro em água logo depois de comer. Já os Vatas em desequilíbrio apresentam gases e inchaço, enquanto os Kaphas podem arrotar bastante.

Quinta-feira: o depois

Prisão de ventre e diarreia são ambos sinais de que o seu dosha está desequilibrado. Os movimentos peristálticos (aqueles que o intestino faz para expulsar as fezes), de acordo com os ayurvedas, são um sinal de que a Ama está sendo eliminada do corpo.

Se você sofre de prisão de ventre constantemente, beba mais água, chá de hortelã ou de gengibre. Adicione mais óleos e fibras às suas refeições. Já para quem tem diarreias crônicas, beber cominhos e comer mais coentro, além de evitar comidas com muito tempero, pode ajudar.

Sexta-feira: teste de stress

Para todos os doshas, a digestão não funciona bem quando há stress. Por isso é tão importante estar relaxado antes de comer. Para ficar mais tranquilo antes de comer, o ideal é eliminar distrações, como a televisão ligada. Feche os olhos, inspire e expire profundamente por dez vezes antes de começar a comer.

Durante a refeição, certifique-se de que está comendo devagar e realmente saboreando o prato. A digestão começa com a saliva e com as papilas gustativas, ainda na boca. É ela que vai dar início ao restante do processo, por isso deve começar bem.

Sábado: dia dos sabores

Dividir a comida entre temperos e ervas ou espremê-las com suco de limão é uma boa maneira de equilibrar o seu dosha. Tire o dia para experimentar os sabores. Para os Vatas, tente o gengibre, a canela e a mostarda. Pittas devem saborear a erva-doce, cominhos, coentro, gengibre fresco, limão e tamarindo. Já os Kaphas vão se dar bem com sabores como gengibre, mostarda, pimenta do reino e cominhos.

Domingo: dia doce

Você passou a semana inteira imerso na culinária ayurveda, então agora é hora de tirar proveito dos doces. Vatas podem saborear à vontade os biscoitos de aveia, barrinhas de ameixa e tapiocas doces. Isso porque as características desses alimentos os mantém com os pés no chão. Pittas vão gostar dos biscoitos de coco, barrinhas de ameixa e arroz doce, que contém uma quantidade moderada de açúcar e calorias. As barrinhas de tâmara são ricas em ferro, nutriente do qual os Pittas têm deficiência. Já os Kaphas podem comer peras e maçãs assadas, carambolas e barrinhas de ameixa porque precisam de alimentos menos doces e mais leves para equilibrar seu dosha.

Gostou de saber mais sobre a culinária ayurveda? O que você acha de começar já os seus 7 dias de imersão? Boa sorte!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here