Descamação do couro cabeludo: como identificar e tratar

0
377

Descamação do couro cabeludo: como identificar a causa e tratar

Aquela sensação desagradável de vestir um casaco preto e ter que lidar com os floquinhos brancos nos ombros. Infelizmente, vivemos em um país onde não há neve e fica difícil disfarçar a descamação do couro cabeludo. Quase sempre diz-se que o motivo é a caspa – mas ela é só a consequência dos seus hábitos com o cabelo. Saiba mais sobre o assunto a seguir!

Descamação do couro cabeludo: o que pode ser?

Caspa, eczema e dermatite seborreica são as principais causas de descamação do couro cabeludo, mas também existem outros gatilhos para que esse sintoma apareça, como a psoríase e os tratamentos químicos. Conheça as principais causas e como tratá-las.

Dermatite seborreica (caspa ou eczema)

A dermatite seborreica, conhecida popularmente como caspa, afeta milhões de pessoas mundialmente. Ela acontece quando o corpo produz mais óleo (sebo) do que deveria em determinadas regiões. Quando ocorre próxima à raiz do cabelo, as células mortas ficam oleosas também – e consequentemente mais aparentes e difíceis de se descolar da pele.

 

Pode haver diversos níveis da doença, mas ainda não existe cura definitiva, já que a caspa é uma condição que aparece e desaparece com o tempo. Algumas dicas para lidar com a caspa:

 

  • Usar shampoo anticaspa uma vez por semana
  • Aplicar o shampoo e deixar agir por alguns minutos antes de entrar no banho
  • Não dormir com o cabelo molhado

 

Se for usar o shampoo anticaspa, você pode alternar com o uso de outros shampoos, mas é importante manter o tratamento para que a descamação do couro cabeludo não volte tão cedo. Outra dica é aplicar o shampoo anticaspa apenas na raiz dos fios, porque a fórmula é muito seca e agressiva, além de não haver necessidade de aplicar em todo o comprimento do cabelo. No restante do cabelo você pode aplicar o seu shampoo de preferência.

 

Se, mesmo assim, o problema não for amenizado ou combatido, talvez a origem do problema esteja na formação de fungos no couro cabeludo, uma vez que esse é o ambiente perfeito para se desenvolverem (úmido, quente e escuro). Seque o cabelo sempre após a lavagem e converse com o seu médico pois pode ser necessário tomar um comprimido de antifúngico para ajudar a tratar a dermatite seborreica.

Psoríase

A psoríase é uma doença que causa feridas avermelhadas com formação de casquinhas em flocos. Apesar de poder acometer todas as regiões do corpo, é no couro cabeludo onde ocorre com mais frequência. A psoríase é diferente da caspa porque, em vez de parecer um pó, a pele se descama em pequenos flocos e pode ser acompanhada por feridas.

 

Para combater a psoríase, primeiro você deve marcar um dermatologista a fim de confirmar o diagnóstico. Dependendo do grau, o profissional pode prescrever pomadas, medicamentos e shampoos para lidar com o problema.

Cosméticos e tratamentos químicos

Seja por alergias, irritações ou pelo depósito de camadas de produto sobre o couro cabeludo, os seus hábitos podem ser a causa da descamação do couro cabeludo: spays, pomadas, gel e cremes com frequência podem construir uma camada sobre o seu couro cabeludo que, uma hora ou outra, vai começar a descamar. Nesse caso, não é a sua pele que está soltando as células mortas, mas sim o restante de produtos que ficou no cabelo. Se for o seu caso, tente usar uma quantidade menor e evite aplicar na raiz dos fios.

 

Outra situação em que pode ocorrer a irritação do couro cabeludo é em tratamentos químicos como a tintura, a coloração e os processos de alisamento (com ou sem formol). Os produtos aplicados modificam radicalmente os fios e a textura do cabelo. O resultado pode ser maravilhoso para os fios, mas a pele nem sempre gosta disso. Se a descamação do couro cabeludo estiver ocorrendo por conta de tratamentos químicos, tente deixá-los mais espaçados e dê tempo para a sua pele se regenerar entre um procedimento e outro.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here