Dieta do ovo: tudo o que você precisa saber

0
393

Dieta do ovo: tudo o que você precisa saber

Alguns estudos científicos já contrariaram a tese de que os ovos são vilões do colesterol. De acordo com um estudo de nutrição da University of Connecticut, a introdução do consumo de ovos na dieta de fato aumenta os níveis de mau colesterol (LDL), mas também aumenta o colesterol bom em proporções iguais. Uma vez que o HDL é responsável por eliminar o LDL do organismo, ele age “comendo” essas partículas.

A dieta do ovo é ideal para iniciantes

Para quem não gosta ou não está habituado a fazer regime, a dieta do ovo é uma das mais flexíveis porque não reduz drasticamente a quantidade de calorias e permite a ingestão de alimentos variados.

Mas, sendo uma dieta a base de proteínas, é importante cortar carboidratos: doces, sucos industrializados e refrigerantes ficam de fora.

Duração da dieta do ovo

O ideal é que a dieta dure não mais do que duas semanas por três motivos. Primeiro, o consumo frequente de ovos não providencia a diversidade de nutrientes que o seu corpo precisa. Em segundo lugar, porque quanto mais comer o mesmo tipo de comida, mais o seu corpo poderá criar sensibilidade a ela. E terceiro, mas não menos importante: é provável que você se enjoe de comer ovos o tempo todo.

Para incorporar essa dieta na sua rotina, você pode usá-la por uma ou duas semanas a fim de perder peso rápido. Depois disso, você precisará se apoiar em uma dieta mais nutritiva para manter o peso que perdeu.

Vantagens da dieta do ovo

Como em qualquer outro regime é importante ficar longe dos doces, refrigerantes e outros produtos industrializados. Entretanto, a dieta do ovo é uma das menos restritivas em relação ao consumo de calorias e de diferentes tipos de alimentos.

Isso porque na verdade o ovo é um complemento e o cardápio diário pode ser complementado com vegetais e carnes brancas. Veja a seguir um modelo de cardápio da dieta do ovo para uma semana.

É uma boa dieta para quem quer associá-la aos exercícios físicos, uma vez que permite a ingestão de calorias suficientes para não se sentir fraca ou cansada.

Cardápio da dieta do ovo

O cardápio da dieta do ovo obviamente contém ovos (mexidos ou cozidos), mas você também pode incrementá-lo com peixes magros e aves: peru, peito de frango, salmão e filé de tilápia estão liberados nas refeições em porções razoáveis. 

Vegetais são permitidos também, idealmente aqueles com menor concentração de carboidratos. São eles: alface, espinafre, escarola, brócolis, couve-flor, couve-manteiga, alho-poró e temperos como salsa e cebolinha.

Confira um cardápio semanal da dieta do ovo, considerando café da manhã, almoço e jantar.

DiaCafé da manhãAlmoçoJantar
SegundaCafé ou chá (sem açúcar), 2 ovos cozidos e 40g de castanha de caju1 filé de tilápia e 2 ovos cozidos1 filé de peito de frango com refogado de espinafre e 2 ovos cozidos
TerçaChá verde, sementes de chia e 2 ovos cozidos1 peito de frango e 2 ovos cozidosOmelete com cebola e tomate
QuartaChá verde, 1 ovo cozido e 40g de castanha de cajuRefogado de espinafre, frango e cogumelo Paris e 2 ovos cozidosPeixe grelhado com brócolis, couve flor e 2 ovos
QuintaCafé sem açúcar, 1 omelete (sem óleo)Peixe com legumes e 2 ovos mexidosOmelete com queijo minas/mozzarella de búfala e tomate
SextaCafé, 1 banana e 1 ovo cozidoOmelete com frango desfiado e tomateFrango ao curry com leite de coco e 2 ovos cozidos
SábadoChá branco e 1 ovo cozidoCouve-flor e/ou brócolis, 2 ovos cozidos e salada de alface Salada de alface, tomate e 2 ovos cozidos
DomingoCafé sem açúcar e 2 ovos mexidos com queijo brancoSalada de alface, 2 ovos cozidos e 1 filé de peixeSalada de alface com atum (ao natural), feijão fradinho e milho

Para não passar fome nos períodos entre as refeições, complemente o cardápio com uma fruta (maçã, banana, pera ou melancia). Também é permitido tomar iogurtes naturais, de preferência sem adição de açúcar e comer oleaginosas em pouca quantidade, como a castanha de caju, as amêndoas e nozes.

Quando associada à prática de exercícios físicos, os resultados são potencializados. Como falamos, a dieta do ovo é rica em proteínas, e esses nutrientes são essenciais para auxiliar a queima de massa gorda e a formação de massa magra (muscular). Aposte na dieta do ovo se quiser atingir um resultado em pouco tempo, mas não se esqueça de manter hábitos saudáveis de alimentação e prática de atividade física.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here