Dor na vagina na gravidez é mais frequente no terceiro trimestre da gestação

0
169

Dor na vagina na gravidez é mais frequente no terceiro trimestre da gestação

A dor na vagina na gravidez pode ter inúmeras causas, mas a maioria das vezes, não traz nenhuma repercussão nem para a mãe e nem para o bebé.

A dor ou peso vaginal pode ocorrer em qualquer fase da gravidez, mas é principalmente no terceiro trimestre que é mais frequente. Às vezes, ela se propaga para a virilha pelo posicionamento do bebê se preparando para sua saída.

Mesmo a dor na vagina na gravidez sendo normal, é sempre necessário procurar um obstetra para investigar se há ou não patologias associadas, como infecções urinárias e vulvovaginites. Uma infecção não tratada pode trazer sérias complicações como parto prematuro.

Se a dor vier acompanhada de outros sintomas como sangramentos, febre, coceiras, ardor, secreção amarelada e dor ao urinar, é motivo de alerta.

Dor na vagina na gravidez: causas mais frequentes

  • Ação do hormônio relaxina

No primeiro trimestre de gestação, ocorre ativação na produção da relaxina, que auxilia na implantação do embrião no útero. O hormônio também relaxa e alarga o canal vaginal e a musculatura do assoalho pélvico. Isso ajuda também a distender o útero e a musculatura local, ocasionando dores.

  • Enfraquecimento do assoalho pélvico

A gravidez enfraquece o assoalho pélvico (musculatura que dá sustentação ao útero, vagina, uretra e bexiga), que tende a pressionar a vagina, com a progressão da gestação.

  • Aumento do peso do bebê 

O aumento do peso do bebê, mais notadamente no último trimestre de gravidez, coloca pressão sobre a pelve, causando dores na vagina, mais comum em gravidez múltipla.

  • Prolapso de órgãos pélvicos

Quando a pressão vaginal é muito grande, pode significar prolapso de órgãos pélvicos.

O enfraquecimento do assoalho pélvico é capaz de ocasionar prolapso dos órgãos pélvicos, trazendo consequências graves, principalmente na grávida.

  • Incompetência istmo cervical (ou colo de útero fraco)

Pode haver dor ou pressão vaginal, geralmente de pouca intensidade.

Algumas gestantes não conseguem manter a gravidez por ter um colo de útero frágil e, se não fizerem cirurgia precoce, podem entrar em trabalho de parto prematuro.

  • Constipação (prisão de ventre)

A prisão de ventre pode causar dor ou pressão na vagina, especialmente quando as fezes são endurecidas.

  • Trabalho de parto

Dor na vagina, dor na região lombar, nos ossos do púbis e até na parte interna da coxa, associada ao endurecimento da barriga, as chamadas contrações, que antecedem o nascimento do bebê.

Como aliviar a dor na vagina na gravidez

  • Fortalecimento da musculatura do assoalho pélvico

1-  Fazer exercícios de Kegel 

Contrair os músculos do assoalho pélvico semelhante ao movimento de prender a  urina por dez segundos e soltar. Realizar os exercícios 2 x por dia com dez repetições. 

2- Fazer exercícios de ioga direcionados para a gravidez. 

  • Usar cintos de apoio

Reduzem a pressão exercida pelo assoalho pélvico, distribuindo o peso da barriga para os quadris e a região lombar.

  • Usar bermudas de gestantes.

Funcionam como os cintos de apoio, mas mais confortáveis.

  • Aquecer a região dolorida com uma almofada durante 10 minutos.
  • Hidratação e alimentação com fibras e frutas para evitar prisão de ventre.
  • Usar  almofadas auxiliares

Para aliviar as dores quando a grávida for se deitar ou se sentar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here