Espironolactona para acne: o que é, indicações, tratamento

0
603

Espironolactona para acne: o que é, indicações, tratamento

Você conhece a espironolactona para acne? Trata-se de um medicamento muito receitado pelos médicos, não só para deixar sua pele lisinha da acne, mas para ajudar no tratamento de outros tipos de doenças, como a hipertensão, por exemplo. A espironolactona para acne vem ganhando espaço nos consultórios dermatológicos pela promessa de acabar com as espinhas. Boa notícia para quem passou da adolescência, mas não conseguiu se livrar do rosto minado por pequenas inflamações da pele. Entenda como a medicação para acne atua e se é recomendado para você. 

Por que usar espironolactona para acne?

A espironolactona para acne funciona para o tratamento da pele, mas não só. Antes de revelarmos como ela atua para acabar com as espinhas, vamos conhecer melhor seus outros atributos. Trata-se de um diurético e por isso possui a ação de eliminação de sal e água através da urina, motivo pelo qual é utilizado para tratamentos como:

  • Hipertensão
  • Cirrose hepática
  • Insuficiência cardíaca
  • Hipertensão malígna
  • Acne

O tratamento com  espironolactona para acne é realizado apenas em mulheres adultas que ainda sofrem com o problema de pele, se você ainda é adolescente esse não é um medicamento adequado. A acne é resultado do folículo pilossebáceo. Uma condição que causa uma espécie de entupimento dos poros, resultando em inflamações subcutâneas, ao qual chamamos de espinhas. Tendem a se estabelecer no rosto, pescoço e costas, áreas com maior concentração de gordura. Por que usar a espironolactona para acne somente quando se é adulta? Bem, a acne na fase adulta, na maioria dos casos tem a ver com excesso de produção de hormônio masculino, pela mulher. Portanto a causa das suas espinhas podem ser hormonais. Esse excesso resulta em sebo, que por consequência resultar em acne. A espironolactona atua no centro do problema, bloqueando a ação do hormônio andrôgenico. É bom lembrar que se a causa de sua acne é hormonal, o tratamento deve ser acompanhado não só pelo dermatologista, mas também por seu endocrinologista ou ginecologista. 

Quais os riscos do tratamento com espironolactona para acne?

O tratamento com espironolactona para acne deve ser acompanhado pelo seu médico de confiança, uma vez que se trata de um medicamento que poderá causar alguns efeitos colaterais, tais como:

  • Náusea
  • Tontura
  • Caimbra
  • Dor de cabeça
  • Dor nos seios
  • Mal-estar
  • Sonolência

Para que o tratamento ocorra de forma correta é importante tomar alguns cuidados de higiene com a pele. A higienização correta garantirá que o excesso de sebo possa estar mais controlado, auxiliando as regiões afetadas por espinhas a manterem melhor aspecto. Produtos específicos para pele oleosa devem ser priorizados. Tente lavar seu rosto, ou outra área afetada, ao menos duas vezes por dia. O medicamento pode ser utilizado concomitante com o uso de pomadas tópicas. Vale lembrar também que por se tratar de um tratamento com base hormonal, seu ciclo menstrual poderá ser afetado. Motivos pelo qual é necessário estar em contato com um médico. 

Agora que você sabe como funciona o tratamento de espironolactona para acne, procure seu médico para realizar exames e descobrir o motivo de sua acne e se você pode iniciar esse tipo de tratamento. Converse sobre o medicamento, sabemos que o nome é complicado, mas os resultados são animadores. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here