O que é uma farmácia de homeopatia e por que surgiu?

0
357

O que é uma farmácia de homeopatia e por que surgiu?

A homeopatia foi criada pelo médico Samuel Hahnemann, e atualmente é reconhecida como medicina alternativa e complementar a outros tratamentos pela Organização Mundial da Saúde (OMS), sejam eles com a utilização de drogas ou não. Pode ser utilizada para quase todos os tipos de doenças físicas e psicológicas, e seu tratamento é receitado por um médico homeopata.

A farmácia de homeopatia surgiu por conta da demanda, ou seja, se há médicos e pacientes requerendo o produto, logo, um local próprio haveria de surgir.

Diferença entre farmácia de homeopatia e as drogarias

Embora uma farmácia de manipulação possa oferecer homeopatia, uma farmácia de homeopatia não pode oferecer outros produtos. Nas farmácias que manipulam homeopatia há um diferencial muito claro em relação às regulamentações para se produzir o produto final. O farmacêutico, que se encontra em qualquer outra farmácia comum, além de responsável técnico, deve estar presente durante todo o turno em que o local está em operação.

No caso de farmácia de homeopatia, ele deve estar devidamente habilitado a manipular medicamentos homeopáticos junto ao Conselho Regional de Farmácia do seu estado.  Desde 1992, a homeopatia é considerada uma especialidade farmacêutica e é por isso que requer conhecimento da farmacotécnica homeopática e de sua filosofia associada.

Os medicamentos homeopáticos são preparações que tem como finalidade a prevenção e cura de doenças. Para que se possa produzir os medicamentos homeopáticos, são utilizadas substâncias naturais, sejam elas vegetais, animais ou minerais.

O que a farmácia de homeopatia produz? Os 4 pilares da homeopatia

 

Para que se possa ser responsável em uma farmácia de homeopatia, o farmacêutico deve conhecer os quatro pilares da medicação homeopática, que são:

 

 

  • Lei dos Semelhantes: Essa é a base da medicina homeopática. A ideia principal é que as mesmas substâncias naturais que são capazes de desenvolver sintomas e doenças também são capazes de curá-las.
  • Experimentação: Todos os remédios de homeopatia devem ser experimentados por pessoas sem doenças, para que só depois possam ser receitadas para pessoas com enfermidades. Isso dá certeza de resultado posteriores. E menos chances de erros de indicação.
  • Doses mínimas: Quanto mais diluído é o conteúdo da homeopatia, maior sua força, assim dando maior vitalidade ao paciente e maiores chances de cura. É por esse motivo que é administrado em conta gotas.
  • Remédio único: Existem duas vertentes nesse quesito. Uma que defende o uso de um único remédio para todos os males do paciente e a outra que defende o uso de múltiplos remédios. A prescrição irá depender do que o médico acredita ser melhor ou de qual a linha médico e pacientes são seguidores.

 

 

A farmácia de homeopatia surgiu, portanto, para poder produzir os remédios dessa medicina, utilizados para os mais diversos tratamentos, desde respiratórios ao trato gastrointestinal, passando por problemas de memória e dermatológicos, de acordo com a necessidade de quem procura a medicina alternativa. Pode também ser utilizada como tratamento para ansiedade, depressão e outros problemas psicológicos.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here