Higienização das mãos: aprenda a maneira correta

0
292

Higienização das mãos: aprenda a maneira correta 

Durante uma crise de espirros, no corrimão do transporte público, ao receber o dinheiro e moedas do troco, na digital do caixa eletrônico… Esses são apenas algumas das ações que realizamos durante a rotina do dia a dia em que as mãos permanecem, mesmo que momentaneamente, em contato direto com microorganismos que podem transmitir doenças. A higienização das mãos, algo tão básico e essencial, muitas vezes é ignorada por preguiça, o que pode acabar causando uma série de transmissões virais. 

Nós não podemos enxergá-los, mas os germes estão presentes em todos os lugares. O assunto é tão sério que a Organização Mundial da Saúde, a OMS, estabeleceu como o Dia Mundial da Higienização das Mãos a data de 5 de maio, para servir como um alerta para a população e profissionais de saúde. Segundo dados da mesma, a falta de higiene nos cuidados médicos afeta diariamente milhões de pacientes e possui um forte impacto no que diz respeito a vida dos doentes.

Higienização das mãos: passo a passo

Boas práticas de limpeza são fáceis de serem adotadas, já que para uma boa higienização das mãos é necessário apenas água e sabão. O mais recomendado é o sabonete líquido, porém algumas pessoas preferem o uso de soluções com álcool a 70%. Algumas drogarias, perfumarias e lojas de beleza já vendem esses tipos de produtos para serem carregados na bolsa, assim fica mais fácil a limpeza das mãos, mesmo na rua. 

No caso da lavagem das mãos, uma boa higienizada deve durar em torno de 40 a 60 segundos. Para quem prefere o uso da solução com álcool a 70%, o procedimento é o mesmo, porém sem a parte de enxágue.  Confira o passo a passo completo sobre a melhor maneira de limpeza: 

  1. Molhe as mãos com água, evitando encostar o corpo na pia;
  1. Aplique nas mãos uma boa quantidade de sábado líquido, suficiente para cobrir toda a palma;
  1. Friccione as mãos entre si, ensaboado todas as partes;
  1. Aperte uma mão contra a outra em movimento circular, entrelaçando os dedos;
  1. Massageie cada dobra, friccione nos espaços entre as digitais;
  1. Como se estivesse segurando os dedos de uma mão com a outra, esfregue em movimento vai e vem (assim é possível higienizar a região das unhas) ;
  1. Com a mão esquerda, esfregue os punhos do braço direito, de maneira circular. Repita o movimento com o outro braço e mão;
  1. Ao enxaguar as mãos, abrindo a torneira com o cotovelo (se não for automática). Para tirar os resíduos do sabonete, faça movimentos circulares na água;
  1. Para secar, prefira o papel toalha descartável e seque também os punhos e o vão entre os dedos. Em caso da torneira não ser automática e não for possível fechar a torneira com o cotovelo, use uma folha de papel. 

O hábito de higienização das mãos deve ser criado já desde a primeira infância, pois o contato das mãozinhas na boca já pode levar para o sistema imunológico germes causadores de doenças. Se o costume é criado desde pequeno, fica mais fácil tornar orgânica a prática de lavar as extremidades.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here