O perigo da hipertensão na gravidez

0
390
Hipertensão na gravidez

O perigo da hipertensão na gravidez

 

A hipertensão na gravidez é o problema mais comum das grávidas, atinge 10% das gestantes no Brasil. A doença está associada a graves complicações fetais e maternas e aumenta o risco de mortalidade materna e perinatal. Nos países em desenvolvimento, a hipertensão na gravidez é uma das principais causas de morte de mães e é responsável por um grande número de internações em centros de tratamento intensivo. De acordo com a Sociedade Internacional de Estudos sobre Hipertensão na Gravidez, mais de 75 mil mulheres e 500 mil bebês morrem anualmente, em todo o mundo, por causa da hipertensão na gravidez.

 

De acordo com o Ministério da Saúde, a hipertensão arterial ou pressão alta é uma doença que ataca vasos sangüíneos, coração, cérebro, olhos e pode causar paralisação dos rins. Ela ocorre quando a pressão se mantém frequentemente acima de 140 por 90 mmHg.

 

A hipertensão na gravidez

 

Uma grávida pode ter hipertensão seja porque já era hipertensa antes de engravidar ou porque desenvolveu hipertensão na gravidez. Os sintomas de pressão alta mais comuns são: dores no peito e na cabeça, tonturas, zumbido no ouvido, fraqueza, visão embaçada e sangramento nasal.

Hipertensão gestacional é quando a hipertensão surge apenas após a 20ª semana de gestação em uma mulher que não era hipertensa. A doença permanece durante a gravidez, mas geralmente desaparece depois do parto, nas primeiras 12 semanas.

 

Como prevenir a hipertensão na gravidez

Para se prevenir da pressão alta, a grávida deve adotar um estilo de vida saudável, não estar acima do peso, diminuir a tensão e o estresse, praticar atividades físicas, evitar alimentos gordurosos e não abusar de sal. Ela deve abandonar o fumo e a bebida. Também deve ser feito o controle de diabetes se a grávida for diabética, já que a doença é um dos fatores de risco para hipertensão.

 

Em mulheres que já têm pressão alta, uma avaliação pré-concepcional permite a exclusão de hipertensão arterial secundária, a aferição dos níveis de pressão e orientações sobre a necessidade de mudanças de medicações no primeiro trimestre de gravidez.

 

Mulheres com hipertensão na gravidez dentro da meta pressórica e com acompanhamento regular podem não apresentar problemas. Mas, as que têm dificuldade de controle da pressão no primeiro trimestre de gravidez têm um risco maior de mortalidade materna e fetal.

Tratamento de hipertensão na gravidez

 

A pressão alta tem tratamento e pode ser controlada. A hipertensão na gravidez deve ser acompanhada por uma equipe médica, que deve fazer o controle da pressão.

 

Muitos medicamentos usados no tratamento da hipertensão são contraindicados na gravidez. Isso dificulta o controle da pressão arterial na gestação. Além disso, a baixa pressão arterial pode provocar grave redução do fluxo sanguíneo para a placenta, o que pode trazer complicações ao feto. Por isso, nos casos de pressão alta leve, o tratamento de hipertensão na gravidez deve ser feito com medidas não farmacológicas. Nesses casos, a gestante não precisa ficar de repouso em casa, mas deve reduzir suas atividades do cotidiano e evitar o exercício físico. O ideal é se afastar do trabalho caso ele seja muito estressante.

 

Se a hipertensão na gravidez for moderada ou grave, é mais provável que o médico opte pelo tratamento usual. São recomendados medicamentos anti-hipertensivos e o parto costuma ser realizado entre 34 e 36 semanas de gravidez. Nos casos em que não houver controle da pressão, a equipe médica deve avaliar a possibilidade de encaminhamento da mãe ao serviço de pré-natal de alto risco.

 

A hipertensão na gravidez é um risco para a gravidez, a mãe o bebê, já que aumenta o risco de mortalidade materna e perinatal.  A pressão alta tem tratamento e pode ser controlada com aferição da pressão e medicamentos. Uma gestação saudável, sem estresse, com alimentação saudável e sem vícios, como bebida e fumo, diminuem as chances de hipertensão na gravidez.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here