Íngua nas axilas pode ser sinal de doença grave

0
809

Íngua nas axilas pode ser sinal de doença grave

A dor embaixo dos braços pode ser provocada por vários fatores. A íngua nas axilas figura como uma das razões mais recorrentes e digna de ser analisada. Obviamente não é o único problema que pode despertar atenção à área sob os braços. 

Não é possível descartar hipóteses de que a íngua nas axilas represente doenças bastantes graves, como câncer de mama, por exemplo, no entanto a maioria de suas ocorrências se dá por infecções ou inflamações simples, fáceis de serem combatidos. 

Se você apresenta íngua nas axilas, tente observar seus sintomas, para indicar ao seu médico a possível causa do surgimento do problema. Tenha em conta que problemas musculares podem mascarar um pouco a real causa do seu desconforto.  

Como surge a íngua nas axilas?

Quem já sofreu ou sofre com íngua nas axilas sabe o incômodo que o problema pode trazer. As ínguas nada mais são que gânglios linfáticos inchados. Em geral o problema ocorre devido à infecções ou inflamação na área. 

Os gânglios linfáticos são parte do nosso sistema imunológico, portanto sua reação frente à inimigos é o de inchar para tentar combater o que quer se possa estar nos fazendo doentes ou com alguma disfunção no organismo. 

A presença de ínguas nas axilas pode afetar outras partes do corpo, mais comumente a virilha e o pescoço. A linfadenopatia ou adenopatia, representa a maior causa do problema. Trata-se, em geral, de uma inflamação leve e que vai embora em poucos dias. 

Ainda assim, se suas glândulas linfáticas estão trabalhando e você apresenta ínguas, o melhor é buscar ajuda médica, pois elas também podem representar doenças mais graves como câncer ou patologias autoimunes. Se você possui dores e notou o crescimento das ínguas nas axilas, deve procurar um médico urgente.

Qual o tratamento disponível para íngua nas axilas?

Como nosso corpo é uma máquina perfeita, as ínguas nas axilas normalmente desaparecem sozinhas após o período de 5 a 7 dias, em virtude da batalha travada por nosso sistema imunológico. 

A ausência do problema após esse período indica que seu corpo está trabalhando corretamente na expulsão de problemas, e geralmente não é necessário tratamento específico. Manter o corpo sempre hidratado e buscar repouso são duas grandes dicas para que o problema desapareça. 

Se após os 5 a 7 dias o problema persistir, é hora de consultar um médico que irá averiguar o que está causando a inflamação ou infecção. Em alguns casos tratamentos a base de antibióticos são necessários, pois como podem causar dores de várias intensidades, um analgésico poderá também ser prescrito. 

É bastante comum que a ingua nas axilas vá embora de forma espontânea. Cerca de 5 a 7 dias, podendo se estender até um mês. Isso ocorre quando a causa é uma infecção ou inflamação do qual o corpo conseguiu se libertar. 

Outros casos devem ser tratados com medicação e em casos mais graves de adenopatia, como os apresentados pelos pacientes de câncer, devem ter acompanhamento médico.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here