Mãe do corpo: o que é e quais são os sintomas. Tudo o que precisa de saber!

0
306

Mãe do corpo: o que é e quais são os sintomas. Tudo o que precisa de saber!

A expressão mãe do corpo tem origem em uma lenda antiga da região amazônica e em outros locais onde o parto é natural, realizado por parteiras. Mais antigamente, essa era uma crença muito respeitada pelas mulheres e pelas obstetrizes que acompanhavam seus partos. Conheça mais sobre essa lenda e saiba qual pode ser a explicação da ciência por trás desses sintomas.

O que é mãe do corpo?

Existem regiões remotas do Brasil em que a presença das parteiras é essencial para que os bebês venham ao mundo. Nos grandes centros urbanos, já temos hospitais que dão conta desse recado, mas não precisamos viajar tanto ao passado para que vejamos como as parteiras eram presentes na vida da nossa família. Se você tiver nascido nos anos 1990, mesmo em uma grande cidade como São Paulo, é muito provável que a sua mãe tenha vindo ao mundo pelas mãos de uma parteira.

Pois elas têm uma lenda que perdura há séculos e que respeitam muito: a mãe do corpo. Espiritualmente, acredita-se que a mãe do corpo é uma entidade que habita o corpo de cada mulher que dá à luz. Após a chegada do bebê, essa entidade se manifesta-se lá dentro, à procura do feto que já nasceu. Os sintomas da mãe do corpo são tipicamente a sensação de que ainda há um bebê ali, remexendo-se de vez em quando.

Mãe do corpo fora do lugar

Reza a lenda que dores e fisgadas também podem ser sentidas. A explicação para isso é de que a mãe do corpo está fora do lugar por conta de movimentos muito bruscos durante o parto. 

De acordo com a crença, a mãe do corpo pode sair do lugar quando a mulher:

  • Faz movimentos bruscos durante o parto
  • Não respeita o período de resguardo
  • Carrega peso ou faz esforço físico nos primeiros meses após o parto

Quando isso acontece, diz-se que a mulher pode enfrentar problemas posteriores com a fertilidade porque não se respeitou esta entidade.

Simpatia para mãe do corpo

Nas culturas mais antigas e em localidades remotas, existe uma simpatia realizada após o parto para demonstrar o respeito à entidade após a chegada da criança. 

A simpatia consiste em posicionar a placenta em cima do ventre logo após o nascimento do bebê e massagear o ventre com óleo de andiroba. De acordo com a crença, é como se a mulher que habita a parte de fora do corpo mostrasse àquela que está lá dentro, que cuidou da criança durante aqueles 9 meses, que a respeita e agradece pela ajuda.

Como a ciência explica a mãe do corpo

Cientificamente, a explicação para esse sintoma é muito menos macabra: até um ano após dar à luz, a mulher pode ter sintomas que se assemelham aos movimentos do bebê dentro do útero. Isso acontece porque os órgãos ainda estão voltando para o lugar.

Apesar de a barriga ficar maior durante a gestação, todos os órgãos, especialmente os reprodutores e digestivos, precisam dar um espacinho para o bebê (até por isso ocorre a incontinência urinária nas gestantes, já que a bexiga fica comprimida). Então, caso você sinta dores ou movimentos estranhos dentro do corpo após dar à luz, é porque as coisas estão voltando para o lugar onde sempre estiveram.

Existem mulheres que experimentam sintomas da mãe do corpo mesmo após darem à luz várias vezes. Nesses casos, a explicação é de que o útero atingiu um tamanho muito maior do que o original durante a primeira gestação, então as coisas ficam constantemente voltando ao lugar.

Gostou da explicação sobre o que é mãe do corpo? Esperamos ter esclarecido um pouco mais sobre esse assunto e que fique mais tranquila sobre esses movimentos estranhos que acontecem aí dentro: se não fosse normal, talvez você não tivesse encontrado essa resposta após uma pesquisa na internet.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here