Mancha branca no rosto: o que pode ser?

0
68

Mancha branca no rosto: o que pode ser?

Mancha branca no rosto podem ser causadas por diferentes fatores. Geralmente não são motivo de preocupação e podem ser tratadas em casa. Abaixo você lê um pouco mais sobre o que podem ser as manchas, como tratá-las e quando visitar o seu médico.

O que pode causar mancha branca no rosto?

Da micose de praia ao vitiligo, existem inúmeras patologias relacionadas com as manchas brancas no rosto. Este artigo é apenas um guia para que se informe das causas prováveis e fique mais tranquila. Se, ainda assim, as manchas incomodarem na sua rotina, marque uma consulta com um dermatologista. Veja abaixo algumas causas dessas manchinhas:

Micose de praia

Micoses de praia podem aparecem como manchas brancas ou com tons de rosa, vermelho e marrom. São usualmente mais notadas em peles bronzeadas e a mancha branca pode aumentar com o passar do tempo.

Além da mancha branca no rosto, outros sintomas são:

  • Coceira
  • Secura na pele da região afetada

Todo mundo tem seres microscópicos vivendo sobre a pele e a micose de praia é notada quando essa colônia de microrganismos cresce exponencialmente e causa danos à pele. 

A causa das manchas brancas causadas pela micose de praia ainda não é clara, mas existem alguns padrões entre os pacientes:

  • Suor excessivo
  • Pele oleosa
  • Clima quente e úmido
  • Sistema imunológico enfraquecido

A micose de praia é muito comum entre habitantes de países de clima tropical – como o Brasil e pode afetar pessoas de quaisquer grupos étnicos. Adolescentes podem estar mais suscetíveis a essa condição porque costumam ter a pele mais oleosa.

Tratamento

Os sintomas vão embora naturalmente durante o frio, mas podem reaparecer quando a temperatura aumenta. Quanto antes for feito o tratamento, antes quebra-se o ciclo da micose de praia. Antifúngicos funcionam bem para o tratamento: cetoconazol, miconazol, clotrimazol são alguns dos remédios que o seu médico pode receitar em pomada ou em comprimidos.

2. Eczema

Eczema (dermatite atópica) também pode causar manchas brancas no rosto em seus estágios iniciais. As feridas que causa podem ser vermelhas e ter manchinhas brancas. Pés, orelhas, ouvido externo, mãos e pálpebras são outras áreas que podem ser afetadas pela condição.

A pele fica ressecada e os sintomas podem ser de coceira intensa, especialmente à noite. Se você coçar, as feridas podem abrir e ficar em carne viva. Ao longo do tempo, a pele afetada pelo eczema pode ficar mais fina e seca. Os sintomas podem aparecer e desaparecer sem motivos específicos e são mais comuns em crianças.

Apesar de ser praticamente assintomático, eczemas podem acompanhar os pacientes durante a vida toda e podem ter início durante a infância. Também é comum em pessoas que têm alergias.

O tratamento para eczema é mais focado na profilaxia e nos hábitos que podem reduzir os sintomas. Algumas dicas:

  • Trate as feridas com cremes de uso tópico (pomada de belladona pode funcionar)
  • Mantenha a pele sempre hidratada
  • Tente evitar os banhos muito longos e quentes demais
  • Não leve as mãos ao rosto quando estiver usando produtos de limpeza
  • Evite fumar

Para aliviar as coceiras que podem aparecer durante a noite, um anti-alérgico pode ajudar. Se nenhuma dessas soluções funcionar, um médico pode receitar um tratamento com corticoesteroides – o contra desse tipo de pomada é que não pode ser usada a longo prazo.

3. Vitiligo

O vitiligo ocorre quando certas células do corpo chamadas melanócitos param de “fabricar” a melanina. A melanina, por sua vez, é a proteína que dá pigmento à pele, cabelos e olhos. Sem pigmento em algumas áreas, as manchas brancas começam a se formar.

Essas manchas brancas podem aparecer no rosto e em várias outras partes do corpo, como nos joelhos, mãos, genitália e cabelo. Também pode afetar mucosas e membranas, como a boca e o interior do nariz.

A doença geralmente manifesta seus sintomas dos 20 aos 30 anos, mas pode ocorrer em qualquer idade. A causa ainda é desconhecida, mas pode estar ligada a fatores genéticos ou doenças autoimunes, como o hipertireoidismo.

O médico pode recomendar tratamentos com cosméticos focados em restaurar a cor da área afetada – podem ocorrer algumas tentativas antes de apresentar resultados. Esteroides, imunodepressores e terapia com luz UV são alguns caminhos.

Durante o tratamento, os pacientes podem usar bases e corretivos para disfarçar a área afetada. Nos casos severos, cirurgias podem ser recomendadas pelo médico.

4. Hipomelanose gutata (manchas solares)

A hipomelanose gutata se manifesta em pequenas manchas brancas em formato de gotas. A condição é derivada da exposição solar intensa e também pode incluir áreas como braços e pernas, além do rosto. As manchas brancas são indolores e benignas.

A hipomelanose é mais comum em pessoas de pele clara e podem aparecer em mulheres mais cedo do que nos homens. De todo modo, também pode afetar as mulheres acima dos 40.

Existem poucos tratamentos disponíveis para reduzir as manchas brancas depois que elas aparecem. Por isso, os tratamentos disponíveis incluem o uso de protetor solar diariamente e evitar a exposição solar excessiva.

5. Psoríase alba

A psoríase alba geralmente começa com pontos rosados que formam casquinhas, geralmente nas bochechas. As feridas podem ser redondas, ovais ou irregulares no formato e geralmente são secas e ásperas ao toque. Quando as casquinhas caem, a cicatriz geralmente é uma mancha branca no rosto.

Essa desordem dermatológica é mais comum em crianças e adolescentes, sendo mais frequente em pessoas de pele escura – a psoríase alba é muito parecida com o eczema.

Entre os tratamentos para diminuir as manchas brancas, existem os cremes hidratantes, esteroides de uso tópico ou cremes sem esteroides na composição. Geralmente a psoríase desaparece sozinha.

Quando ir ao médico por mancha branca no rosto

As manchas brancas no rosto geralmente somem sozinhas. Se elas durarem mais do que algumas semanas, aumentarem de tamanho sem causa específica, marque uma consulta com o seu médico dermatologista. 

Só ele pode diagnosticar a causa e recomendar tratamentos e nem sempre a visualização da mancha é suficiente para dar um diagnóstico – pode ser que você precise de exames adicionais ou de uma biópsia. Mas, em geral, manchas brancas no rosto não são um motivo de preocupação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here