Nervo ciático inflamado? Veja como tratar

0
1950

Nervo ciático inflamado? Veja como tratar

A dor ciática pode estar relacionada a várias doenças da coluna.

O nervo ciático (também chamado de nervo isquiático) é o nervo mais longo do corpo, formado por várias raízes nervosas que saem da coluna vertebral e chegam até o dedão do pé. Quando esse nervo sofre uma lesão ou compressão, temos o já conhecido – e temido – nervo ciático inflamado, uma forte dor, sensação de formigamento, pontadas ou choque elétrico nas costas, glúteos ou pernas.

A dor ciática pode ser tão intensa que deixa a pessoa incapaz de realizar as atividades diárias ou mesmo de se mexer. É comum aparecer em apenas um lado, sendo mais intensa em uma parte da perna ou do quadril e acompanhada de dormência em outras partes dos membros inferiores, o que dá a sensação de perna mais fraca.

Quando provocada por algum movimento brusco, a dor do nervo ciático inflamado costuma desaparecer com repouso e compressas quentes após alguns dias. Entretanto, pode acontecer de não apresentar melhoras e ser preciso recorrer a um tratamento mais específico para aliviar o desconforto.

Causas

O nervo ciático inflamado pode estar relacionado a várias doenças que geralmente envolvem a coluna. Entre as causas mais comuns estão:

– Hérnia de disco;

– Síndrome do músculo piriforme;

– Lesão ou fratura pélvica;

– Tumores;

– Diabetes mellitus;

– Catapora ou infecções pelo vírus do herpes (como o herpes zoster);

Os médicos apontam, ainda, outros fatores de risco para a dor ciática, como:

– Idade;

– Obesidade;

– Jornada de trabalho que envolva levantamento de peso ou muito tempo ao volante;

– Sedentarismo;

– Diabetes.

Tratamento

Se a dor ciática for causada por algum episódio isolado, como um exercício intenso, ela naturalmente irá embora. Entretanto, quem sofre com casos recorrentes de nervo ciático inflamado, com crises que persistirem por mais de um mês, deve procurar ajuda de um ortopedista.

O médico fará um exame físico para identificar as possíveis causas das dores. Geralmente, o paciente fica deitado de barriga para cima e levanta a perna esticada. Se houver dor ou sensação de formigamento, é sinal de que o nervo ciático está comprimido. Além disso, são feitos exames de radiografia, ressonância magnética e tomografia computadorizada para um diagnóstico preciso.

Ao contrário do que muitos pensam, repouso absoluto não é recomendado. O ideal é reduzir as atividades nos primeiros dois dias, mas retornar a rotina aos poucos. O repouso até traz certo alívio no início, mas a ausência de movimentos físicos pode piorar os sintomas.

O tratamento mais comum para acalmar os sintomas do nervo ciático inflamado em todos os casos envolve:

– Fazer compressa quente na região da dor;

– Massagem com creme hidratante ou óleos essenciais;

– Analgésicos para aliviar a dor;

– Repouso nos dois primeiros dias;

– Anti-inflamatórios;

– Consumo de alimentos anti-inflamatórios como salmão, alho, cebola, linhaça, chia e gergelim;

– Acupuntura ou Reflexologia;

– Fisioterapia.

O tratamento com esses passos tem eficácia garantida pelos médicos, mas é importante seguir cada recomendação à risca. A ausência de tratamento pode levar a complicações mais sérias e danos permanentes aos nervos, como perda de sensibilidade ou fraqueza na perna afetada.

Prevenção

É possível evitar a dor do nervo ciático inflamado com algumas medidas como evitar sentar ou deitar pressionando as nádegas, fazer intervalos no trabalho para se levantar e se alongar após muito tempo sentado, evitar ficar na mesma posição por mais de 90 minutos seguidos, manter a postura correta e praticar exercícios físicos como caminhada, pilates ou hidroginástica, que fortalecem e alongam os músculos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here