O que é vacuoterapia?

0
207

O que é vacuoterapia?

A vacuoterapia é um procedimento estético que suga a pele através de ventosas, usando pressão negativa, atuando na circulação sanguínea e linfática, eliminando as toxinas e líquidos retidos.

A intensidade da sucção é controlada através da válvula de regulagem para alcançar a finalidade de cada tratamento, conforme as regiões e espessura da pele.

Outros recursos podem ser usados para intensificar a ação da vacuoterapia, como ultrassom, drenagem linfática, manthus, radiofrequência, carboxiterapia,etc.

O vácuo, utilizado em outro tipo de aparelho, também pode ser empregado nos tratamentos ortopédicos, vasculares, reumatológicos para cicatrização e melhora do edema.

O que é vacuoterapia e benefícios

Benefícios da Vacuoterapia:

  • Reduz edemas 
  • Estimula a produção de elastina e colágeno
  • Melhora o funcionamento do sistema linfático
  • Estimula a  produção de endorfina e serotonina
  • Ajuda a diminuir a celulite
  • Elimina estrias
  • Expele toxinas
  • Melhora a circulação sanguínea
  • Trata contraturas musculares
  • Melhora o sistema imunológico

Indicações terapêuticas

Cicatrizes queloidianas, gordura localizada, rugas, celulite, estrias, cravos, edemas, stress, pré e pós operatório das cirurgias plásticas, estética facial e corporal.

Contraindicações

Grávidas no primeiro trimestre da gestação, hipertensão não controlada, uso de anticoagulantes, portadores de tumores, pacientes com reumatismo, doenças vasculares ou infecciosas. Quem utiliza cortisona injetável, distúrbios renais, uso de marcapasso, diabéticos.

O que é vacuoterapia e aplicação

A Vacuoterapia pode ser aplicada de 3 formas: estática, intermitente e dinâmica. Atualmente, a forma de aplicação mais utilizada é a dinâmica.

Um tratamento de vacuoterapia pode ser feito na região dorsal, abdominal, glútea e nos membros superiores e inferiores, e devem evitar-se as regiões das virilhas, pescoço e do umbigo.

Por norma, o número de sessões deve ser indicado pelo especialista, mas após 10 tratamentos com duração de 25 minutos cada, já possível sentir melhorias. É aconselhável realizar até dois tratamentos por semana.

Como é aplicada a vacuoterapia?

Inicialmente, o especialista deve analisar, conforme o objetivo da terapia, o tipo de ventosa, tempo de aplicação, e pressão a exercer durante o tratamento. 

De seguida, lubrifica-se a pele. Coloca-se a ventosa apropriada na região. Inicia-se a sessão de vacuoterapia com as informações já avaliadas, com movimentos de deslizamento no trajeto da circulação linfática, no sentido do gânglio linfático.

Por vezes o procedimento pode causar alguma dor e rubor local, devido à sua natureza aspirativa, mas esses inconvenientes desaparecem naturalmente. Recomenda-se não expor a área ao sol para não causar manchas. 

Para a manutenção da finalidade do tratamento, é necessário praticar exercícios físicos pelo menos 2 vezes por semana, seguir uma alimentação saudável e cuidar da pele.  

Os resultados dos casos, a quantidade de procedimentos já realizados e os aperfeiçoamentos dos aparelhos fazem com que essa terapia seja cada vez mais utilizada, segura e fácil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here