Parto normal: passo a passo

0
264

Parto normal: passo a passo 

Entender o parto normal, passo a passo e desmistificar o assunto é de extrema importância para as brasileiras. De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 55% dos partos realizados no Brasil em 2016 foram cesáreas, índice que contraria a recomendação do órgão, que seria entre 10% e 15% do total de partos realizados. 

A justificativa é de que a intervenção cirúrgica nos partos é invasiva e desnecessária na maioria das vezes. Prova disso é que a média mundial é de 16,8% do total – o Brasil ocupa a segunda posição entre os países que mais fazem intervenções cirúrgicas nos partos.

Portanto, se você é uma gestante interessada em saber o passo a passo do parto normal, está de parabéns pela coragem desde já – o parto normal não é um bicho de sete cabeças (uma das provas disso é que a sua avó provavelmente saiu viva dessa) e o pós-parto é mais saudável tanto para você quanto para a criança. Entenda o que acontece em cada fase do parto normal, passo a passo e fique mais tranquila para a hora H.

1. Fase latente

O que acontece: o cérvix pode dilatar de 3 a 4 centímetros

Nesse primeiro passo da jornada rumo ao parto, a duração estimada é de 6 a 10 horas para mamães de primeira viagem, mas podem ser mais curtas (especialmente se já deu à luz antes) ou também mais longas.

Sensações

O começo do trabalho de parto pode ser sutil ou dramático, acontece de diferentes maneiras para cada mulher. Em algumas, o cérvix dilata três ou quatro centímetros sem contrações ou quaisquer sintomas de trabalho de parto. Outras podem experimentar contrações sem que haja dilatação cervical. 

Mas, no geral, a fase inicial traz consigo o afinamento e a suavização do cérvix, acompanhado de uma dilatação de três a quatro centímetros dentro de algumas horas ou dias. As contrações podem ser leves e irregulares, em intervalos de 5 a 30 minutos e com duração de 30 a 40 segundos. Algumas gestantes podem relatar uma secreção rosada e certo desconforto abdominal.

A bolsa pode romper nessa fase ou pode acontecer na fase seguinte, naturalmente ou de forma induzida.

O que você pode fazer

A fase inicial do trabalho de parto é conhecida como a “fase do entretenimento” porque a gestante ainda consegue se distrair e não pensar no que está por vir. Como as contrações são mais leves e acontecem em intervalos mais espaçados, dá para passar o tempo assistindo televisão, jogando um jogo ou ouvindo música. Se você se sentir disposta para uma caminhada, então faça isso porque pode ajudar a acelerar o processo.

2. Fase ativa

O que acontece: o trabalho de parto tem início e a anestesia pode ser aplicada.

Esse é o estágio em que em que as mulheres começam a participar mais intensamente do trabalho de parto e experimentar as contrações. Pode demorar de três a seis horas (se for o primeiro filho) e reduzir pela metade nas gestações seguintes.

Sensações

Na fase ativa as contrações são mais contínuas, graduais e vão aumentando em intensidade e frequência com intervalos de três a cinco minutos entre cada uma. 

As dores estarão concentradas na lombar, no abdome ou nas coxas e podem ser tão intensas que fica difícil conseguir falar e conversar. É possível que você experimente nessa fase mais uma descarga de secreção rosada ou amarronzada, dessa vez em maior quantidade.

O que você pode fazer

Faça xixi para esvaziar sua bexiga e beba bastante líquido. Tente praticar técnicas de relaxamento e respiração para diminuir a sensibilidade às contrações. Se estiver acompanhada, contar com a ajuda de quem estiver com você é essencial para manter a calma: é normal ficar nervosa e até um pouco assustada, principalmente se é o seu primeiro parto. Um banho morno pode ajudar, se você tiver essa facilidade no hospital ou casa de parto.

Se optou pelo parto normal (com anestesia), é nesse estágio que será administrada a sua dose da anestesia peridural (ou epidural). Ela é aplicada na região lombar e tira a sensibilidade à dor da cintura para baixo.

3. Fase de transição

O que acontece: o cérvix dilata de 8 a 10 centímetros e o corpo fica pronto para o parto

A última fase do estágio do pré-parto pode durar de 20 minutos a 2 horas e é a etapa em que a dilatação chega ao seu máximo para permitir a saída do bebê. O tempo pode ser reduzido se não for o primeiro parto.

Sensações

As contrações ficam mais intensas e espaçadas entre 1 e 3 minutos. O cansaço aumenta, pode haver tremores, sudorese e náuseas. Esses são sintomas comuns, já que o corpo está se esforçando para fazer o trabalho final da dilatação.

Com a pressão que sentirá no colo do útero, já que o bebê estará posicionando a cabeça nessa direção, é possível que você sinta uma vontade muito grande de empurrar. Não faça isso ainda e espere o ok do profissional que estiver te acompanhando. Você só pode começar a fazer força para empurrar quando o seu cérvix atingir a dilatação total.

O que você pode fazer

Tente praticar técnicas de relaxamento e respiração, principalmente se estiver com muita vontade de empurrar. É perfeitamente normal sentir que está perdendo a cabeça e perder a paciência com quem estiver te acompanhando. Lembre-se de que essa sensação de perder o controle vai durar pouco e que em dentro de alguns minutos você verá o seu bebê e tudo vai voltar ao normal.

4. Fase do parto

O que acontece: com a dilatação completa, o parto está pronto para acontecer.

Agora você terá saído da fase do pré-parto, a dilatação estará completa. O que você vai precisar fazer é empurrar com toda sua força, para ajudar o bebê a deslizar pelo canal vaginal. Essa etapa pode durar de poucos minutos a algumas horas.

Sensações

A sensação inexplicável de perda do controle continua e assim que estiver com o cérvix completamente dilatado já poderá começar a fazer força para empurrar o bebê para fora.

As contrações ainda não terão parado, mas serão mais espaçadas a partir dessa fase. Algumas mulheres podem ter náuseas e vômitos. Quando começar a empurrar, você talvez se sinta cansada e sem fôlego, como se fosse a malhação mais pesada da sua vida. 

Se não tiver sido anestesiada, poderá sentir uma dor bem intensa na região vaginal e perianal à medida que a cabeça do bebê começa a coroar. Se tiver optado pela episiotomia (a abertura cirúrgica da entrada do canal vaginal), a incisão será feita nessa etapa do parto.

Os profissionais que estiverem com você podem pedir para que você empurre com mais força ou menos, dependendo da necessidade. Finalmente, quando der seu último empurrão, seu bebê vem ao mundo!

O que você pode fazer

Quando tiver o sinal verde da equipe, comece a empurrar. Você vai querer que cada movimento conte nessa hora, então dará o máximo de si. Siga as instruções da equipe médica e lembre-se de que tudo vai dar certo.

5. Expulsão da placenta

O que acontece: de poucos minutos a até meia hora após o parto, a mãe expele a placenta.

Sensações

O nervosismo e a adrenalina vão ser esquecidos quando estiver com o seu bebê no colo. Mas logo depois do nascimento, o que talvez você não saiba é que precisa também expelir a placenta. A essa altura você estará distraída e não sentirá muita dor ou nervosismo.

As enfermeiras podem massagear seu abdome ou pedir que segure o bebê na altura dos seios para estimular as contrações uterinas. Pode ser que sinta um pouco de dor, como uma cãibra, no colo do útero e no canal vaginal, mas todas as suas atenções estarão voltadas ao seu mais novo companheiro, então geralmente o momento passa despercebido.

O que você pode fazer

Talvez você se sinta muito cansada depois de todo o esforço que fez, o que é perfeitamente normal. Durante alguns minutos, você ficará cercada por pessoas que vieram ver o bebê, mas o ideal é que consiga rapidamente alguns minutos de privacidade para fechar os olhos e descansar um pouquinho.

O artigo tem o objetivo de ser realista sobre o parto normal, passo a passo, e relatar todas as sensações que pode ter para que sinta preparada para enfrentá-los. Tenha coragem e acredite que tudo dará certo. Você vai se esquecer de tudo o que passou nos instantes anteriores quando se deparar com a carinha do seu bebê.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here