Reflexologia podal: benefícios dos pés para todo o corpo!

0
476

Reflexologia podal: benefícios dos pés para todo o corpo!


Você sabia que a prevenção de problemas como sinusite, hipertensão, pedra na vesícula e várias outras pode estar nos pés?


O nosso corpo é uma unidade, onde mãos, orelhas e pés interligam o todo por meio de músculos e terminações nervosas. Essas áreas recebem o nome de zonas reflexas e podem ser utilizadas para tratar as pessoas com as mais variadas disfunções, além de prevenir uma série de doenças. Nesse caminho, uma das regiões de destaque são os pés e é neles que atua a reflexologia podal. Benefícios? Muitos, e para várias indicações de doenças.

A reflexologia podal é uma terapia natural de massagem chinesa não invasiva, que parte do princípio de que todos os órgãos do nosso corpo estão conectados com os nossos pés. Assim, busca identificar uma má função antes do seu aparecimento sintomático, além de relaxar corpo e mente, resultando em saúde e bem-estar ao indivíduo.

E você sabe como é feita essa técnica? A reflexologia podal consiste na aplicação de uma pressão específica nos locais conhecidos como pontos reflexos do corpo, que possuem ligações com os órgãos vitais e regiões de todo corpo – como um mapa em miniatura do nosso organismo.

Sempre que um desses pontos do pé é pressionado, uma ação de estimulação vai atuar no cérebro e no sistema nervoso, fazendo com que o corpo procure o seu reequilíbrio e corrija qualquer disfunção que o organismo possa apresentar.

Muitas pessoas recorrem aos cuidados da reflexologia nos pés devido ao estresse, ainda citado como a maior causa de doenças cardíacas, enxaqueca, dores musculares, nervosismo e depressão. Assim, quando é tratado, o corpo se livra desses sintomas sem a necessidade de remédios químicos que só mascaram o problema e tornam as pessoas dependentes.


Reflexologia podal: benefícios


Muitas são as vantagens físicas e psíquicas atribuídas pelos especialistas à reflexologia podal. Benefícios incluem, além da redução do estresse, alívio de dores, melhora na circulação sanguínea, estimulação do sistema imunológico e nervos, livra o corpo de toxinas e ainda ajuda na recuperação pós-cirúrgica.

Bem praticada, a reflexologia podal pode prevenir algumas doenças. Confira:


– Problemas digestivos e intestinais (azia, má digestão, gastrite, úlcera, diarreia e prisão de ventre);
– Enxaqueca;
– Insônia;
– Gordura no fígado;
– Pedra na vesícula;
– Doença de Crohn;
– Hérnia de hiato;
– Gota;
– Sinusite;
– Infecções;
– Doenças respiratórias (bronquite e asma);
– Câimbras;
– Espasmos musculares;
– Reumatismo;
– Tendinite;
– Constipação;
– Dor na coluna;
– Labirintite;
– Inchaço nas pernas;
– Cálculos renais;
– Hipertensão;
– Colesterol;
– Tireoide;
– Inflamações;
– Equilíbrio de cálcio.

Mas, lembre-se: nenhuma delas é regra absoluta e, caso deseje ter a certeza se pode ou não fazer a terapia de reflexologia podal, consulte um médico.


Contraindicações da reflexologia podal


Apesar da reflexologia podal ser um método natural, pessoas com diabetes, varizes ou gestantes necessitam de avaliação médica antes de iniciar o tratamento, pois a reflexologia estimula a circulação sanguínea e pode deslocar possíveis coágulos de sangue presentes nas veias.

A prática também é contraindicada em casos de feridas ou coágulos, trombose, inflamação das veias, doenças infecciosas, tumores malignos, leucemia ou outras formas de câncer, problemas cardiovasculares ou outro tipo de problema vascular nas pernas.

O tratamento com a reflexologia podal, benefícios e duração, dependerão da situação a tratar e da reação de cada organismo. Os especialistas afirmam que os indivíduos que aderem à terapia podem começar a sentir os efeitos após três sessões. O intervalo entre cada sessão de reflexologia podal costuma ser em média de sete dias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here