Refluxo vesicoureteral: o que é, causas, sintomas e tratamentos

0
385

Refluxo vesicoureteral: o que é, causas, sintomas e tratamentos

Hoje trazemos para você informações importantes sobre o que é o refluxo vesicoureteral.

Nosso organismo produz urina de acordo com a quantidade de líquidos que ingerimos durante o dia, seja através dos alimentos ou das bebidas em si. A urina produzida possui um caminho simples: passa pelo rim, pelo ureter, até chegar na bexiga, onde é armazenada. Seguidamente, será expelida através da uretra. 

Todo esse caminho só é possível por possuirmos uma válvula que regula o trato urinário. No entanto, em algumas pessoas essa mesma válvula pode apresentar problemas, não desempenhando corretamente a sua função, o que leva ao aparecimento do refluxo vesicoureteral. 

Ao invés de seguir o caminho natural, a urina volta a passar pelo ureter (já contaminada por bactérias presentes na bexiga) e regressa para o rim. As bactérias podem causar diversos problemas, desde infecções à falência do órgão. Saiba mais sobre os fatores de risco e tratamento a seguir. 

Quem possui mais chances de contrair refluxo vesicoureteral 

Para além de poder ser hereditário, o refluxo vesicoureteral, é mais propenso entre as crianças. Assim, os pais que tenham uma criança que seja diagnosticada com a doença, devem estender os cuidados e realizar exames nos filhos menores de 5 anos de idade, para evitar complicações. 

Tanto meninas, quanto meninos, são afetados, embora nos meninos o diagnóstico possa ser realizado já nos recém nascidos. A doença refluxo vesicoureteral acomete os rins, e portanto a prevenção deve ser realizada com o tratamento correto de infecções urinárias. 

Fique atento aos sinais do seu bebê, a qualquer sinal de mau funcionamento do trato urinário, e informe o pediatra. 

Caso seu filho seja diagnosticado com a doença, é muito provável que o médico prescreva tratamento com antibióticos. A cura é gradual e deve ser acompanhada dia a dia, até que se cure completamente. Lembre-se que o rim é um órgão muito sensível e portanto necessita de atenção durante o tratamento.

Quais os principais sintomas e os tratamentos disponíveis do refluxo vesicoureteral?

Embora em alguns casos não apresente sintomas, as infecções urinárias são o grande indício de que algo não vai bem. Queimação, coloração turva, odor forte e desagradável, dor e febre são sintomas de que uma infecção se instalou e é preciso ficar alerta. Além disso, fique atenta caso seu filho apresente os seguintes sintomas:

  • Irritabilidade, 
  • Diarreia,
  • Dificuldade no trânsito intestinal, 
  • Episódios de xixi na cama (para crianças que já não usam fralda)
  • Pressão alta,
  • Falta de apetite. 

Saber qual o melhor tratamento cabe ao médico que acompanha seu filho, pois vai depender da idade, grau do diagnóstico e outras doenças que seu filho possa ter. 

O  refluxo vesicoureteral pode ter origens congênitas, ou seja, se você foi diagnosticada, em sua infância, com a doença, seus filhos possuem grandes chances de desenvolver o problema.

A melhor forma de prevenir é garantir o acompanhamento regular do pediatra para que o diagnóstico seja precoce e o tratamento célere.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here