Risoterapia: quando rir é o melhor remédio

0
60

Risoterapia: quando rir é o melhor remédio 

Você sabia que os efeitos de uma simples risada chega a durar até 45 minutos? E que durante esse tempo, as substâncias liberadas agem positivamente na nossa saúde física, mental e emocional? Estes são os impactos causados pela risoterapia. 

Não é a toa que os grandes reis da Idade Média sempre tinham um bobo da corte para alegrar o ambiente e ajudar a fazer a boa digestão. A risoterapia sempre fez parte da vida humana, porém nem todos possuem a consciência do quanto ela pode ajudar. 

Mas, afinal: o que é risoterapia? 

A risoterapia é uma técnica psicoterapêutica que utiliza a risada como forma de liberar os hormônios que causam o prazer. Uma simples risada consegue enviar para a região cerebral comandos para que ele produza substâncias como a endorfina e a serotonina. Sao elas as responsáveis por esquecermos todo e qualquer mau humor, através da sua atuação por meio da sensação de bem-estar e anti-depressivo natural.

Risoterapia: o que trata? 

Para se ter uma ideia, ao rir movimentamos entre 100 a 400 músculos na face. Imagine essa movimentação dentro do corpo inteiro e o quanto ela auxilia na defesa do organismo. Entre vários benefícios, a risada auxilia na queda da glicose em diabéticos, reduz o estresse e protege o coração de doenças como infarto, pressão arterial e trombose.

Na parte emocional, ela ajuda a desenvolver criatividade, a acalmar a mente e eleva a mente com pensamentos positivos. Em alguns casos, dependendo do tempo de risada, ela serve também como exercício físico, pois ajuda na queima de calorias. Em alguns países já existem também a “yoga do riso”, uma técnica que mistura os benefícios das risadas, junto com a atividade física: as respirações os alongamentos. Da prática. 

Dinâmica da risoterapia: como funciona?

A técnica da terapia do riso pode ser realizada sozinho, mas também em grupo. De maneira autônoma, o ideal é gargalhar durante 20 segundos. O cérebro não consegue perceber a diferença entre a risada forçada e natural, por isso não é preciso  um motivo para iniciar as gargalhadas. Já com mais pessoas, existem alguns exercícios que podem ser feitos para desinibir e soltar as tensões: 

–  Em uma roda, fazer cócegas;

– Testar tipos diferentes de risadas deitados no chão;

– Imitar a gargalhada do colega ao lado;

– Tentar fazer alguém rir, quando não é permitido. 

Benefícios da terapia do riso 

Quando crianças, ríamos cerca de 300 vezes por dia. Ao nos tornarmos adultos, esse número cai drasticamente, por isso ao compreender as vantagens da risoterapia, muitos têm buscado ajuda para reaprender a sorrir, ainda mais quando o indivíduo é tímido. Suas principais vantagens são:  

– Relaxa os músculos da face;

– Reduz o estresse;

– Alivia os sintomas da ansiedade;

– Melhora a autoestima; 

– Ajuda a retardar o sinais de envelhecimento;

– Fortalece o sistema imunológico;

– Oxigena a mente. 

A risoterapia já tem sido recomendada por muitos médicos especialistas como sendo um complemento importante para diversos tipos de tratamento. A técnica não possui contra-indicação e pode ser usada diariamente, sem moderação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here