Sintomas de angina e tratamentos para viver com mais tranquilidade

0
302

Sintomas de angina e tratamentos para viver com mais tranquilidade

Se você sente uma pressão ou aperto no peito, pode ser um dos sintomas de angina. A condição se assemelha a um ataque cardíaco – mas na maioria das vezes é apenas um alerta para procurar um médico. 

A dor no peito ocorre porque não há sangue suficiente correndo para parte do seu coração. É um sintoma de doença cardíaca e ocorre quando algo obstrui suas artérias ou há uma queda no fluxo das artérias que levam células ricas em oxigênio até o coração. 

A angina passa rápido, mas mesmo assim é um sintoma de uma condição cardíaca que deve ser tratada a longo prazo. Vá ao médico se você sentir essas dores – é importante descobrir o que está acontecendo e evitar um ataque do coração antes que aconteça. Mas é importante salientar que, na maioria das vezes, dores no peito não são graves – podem, inclusive, ser um sintoma de gases no intestino. 

Existem várias maneiras de impedir a ocorrência de um infarto em decorrência da angina. Geralmente, os medicamentos de longo prazo e mudanças no estilo de vida podem controlar os sintomas. Se o caso for mais severo, pode ser que você precise de uma cirurgia ou de um estente, um tubo fino colocado nas artérias obstruídas para que o sangue flua sem interrupções. 

Tipos de angina

Angina estável: é a mais comum. Atividades físicas ou stress podem ser o gatilho para que ocorra. Geralmente, dura poucos minutos e a dor passa ao descansar um pouco. Não é um ataque cardíaco, mas pode ser um sinal de que a pessoa está mais propensa a tê-lo. Conte ao seu médico se você sentir isso.

Angina instável: você pode tê-la enquanto está descansando ou mesmo sem praticar atividade física. A dor é forte e dura algum tempo, indo e voltando várias vezes. Pode ser um sinal de que você está prestes a ter um ataque cardíaco, então é bom visitar um médico no momento em que senti-la.

Angina variante: é rara. Pode acontecer durante a noite, quando você estiver dormindo ou descansando. Subitamente, as artérias ficam mais estreitas, o que pode causar muita dor. Se isso acontece com você, procure tratamento. 

Causas da angina

A angina está associada a doenças cardíacas. Uma substância gordurosa se desenvolve nas artérias causando o bloqueio do fluxo sanguíneo até o músculo do coração. Isso força o seu coração a trabalhar com menos oxigênio e, obviamente, causa dor. Coágulos no coração também podem causar angina. 

Outras causas menos comuns de dor no peito são:

  • Embolia pulmonar
  • Cardiomiopatia hipertrófica
  • Estenose da aorta
  • Pericardite

Sintomas de angina

A dor no peito é o sintoma, mas as sensações experimentadas podem variar de pessoa para pessoa. Descrições comuns para a dor no peito são:

  • Dor
  • Queimação
  • Desconforto
  • Sensação de estar com o peito cheio
  • Peso
  • Pressão
  • Aperto

A dor geralmente acontece no coração, logo atrás da caixa torácica, mas pode também se espalhar para os ombros, braços, pescoço, garganta, queixo ou costas. Não é raro confundir a dor da angina com gases ou azia porque a descrição da dor é parecida.

Homens geralmente sentem dores no peito, pescoço e ombros, enquanto as mulheres podem sentir um desconforto na barriga, pescoço, queixo e garanta ou costas. Respirações mais curtas e tonturas também podem ser sintomas de angina quando associados aos demais.

Um estudo verificou que as mulheres frequentemente descrevem a dor como uma sensação de aperto ou pressão no peito.

Tratamentos para angina

O tratamento depende muito dos danos que já existem no coração. Para pessoas que têm angina estável, medicamentos e mudanças no estilo de vida podem ajudar o sangue a fluir melhor para o coração e controlar os sintomas.

As funções dos medicamentos prescritos geralmente são:

  • Vasodilatadores para aumentar o fluxo de sangue para o coração
  • Medicamentos para diminuir a frequência cardíaca e exigir que o coração trabalhe menos
  • Medicamentos para relaxar os vasos e permitir que o sangue flua para o coração
  • Medicamentos para prevenir coágulos sanguíneos no coração e nas artérias.

Se os medicamentos não forem suficientes para conter os sintomas de angina, pode ser que as artérias obstruídas tenham que sofrer uma intervenção cirúrgica, como uma angioplastia ou ponte de safena.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here