Sintomas de tricomoníase, como prevenir e tratamentos

0
190

Sintomas de tricomoníase, como prevenir e tratamentos

A tricomoníase é uma DST que pode ser transmitida e contagiar homens e mulheres. Porém, os sintomas de tricomoníase são difíceis de notar e podem ir e vir. É por isso que muita gente nem sabe que tem a doença. Cerca de 7 em cada 10 pessoas afetadas pela doença não apresentam nenhum sinal de infecção – principalmente os homens.

 

Às vezes, os sintomas são tão suaves que você pode nem perceber ou pensar que é algum outro tipo de infecção, como a candidíase.

Quais são os sintomas de tricomoníase?

Se você tiver os sintomas de tricomoníase, eles vão aparecer entre 3 e 7 dias após o contágio. Porém, em alguns casos, a bactéria pode ficar incubada e só dar sinal de vida um mês depois de ter ocorrido o contato com a doença.

 

Tanto homens quanto mulheres podem ter sintomas de tricomoníase, embora as mulheres percebam a presença da doença com mais facilidade por conta de corrimentos vaginais anormais e sintomas como:

 

  • Descarga de fluido verde, amarelo ou cinza pela vagina
  • Corrimento com mau cheiro
  • Sangue no corrimento vaginal
  • Coceira e irritação na vulva, virilha e/ou ânus
  • Inchaço ao redor dos órgãos genitais
  • Dor durante o ato sexual

 

Outros sintomas da tricomoníase incluem dor e queimação ao urinar, vontade constante de urinar, incontinência urinária e coceira e irritação no pênis.

 

Mesmo assim, na tricomoníase sintomas podem passar despercebidos, da mesma maneira que pode ser uma dor incômoda ou irritante. É comum que esses sintomas fiquem indo e vindo, mas isso pode não significar que a infecção foi embora: a única maneira de tratar a tricomoníase é com a medicação adequada.

 

Caso o seu parceiro sexual também tenha os mesmos sintomas, então é recomendável que ambos iniciem o tratamento juntos e evitem o contato sexual durante todo o período em que estiverem fazendo o uso da medicação. Isso é muito importante para evitar o recontágio e colocar por água abaixo todo o esforço que vocês fizerem para se recuperar. Se você for solteiro, evite o contato sexual até o final do tratamento para não infectar outras pessoas.

 

Qual é o tratamento para tricomoníase

Na maioria dos casos, é muito fácil se livrar da tricomoníase. Seu médico pode prescrever antibióticos ou antifúngicos para conter a infecção e geralmente é necessária apenas uma dose do medicamento.

 

Cuidados no tratamento para tricomoníase

 

  • Respeite a orientação do médico e tome os medicamentos conforme for indicado;
  • O(s) seu(s) parceiro(s) sexuais também devem receber o tratamento para tricomoníase para evitar o recontágio;
  • Evite o contato sexual até uma semana após o fim do tratamento. Mesmo que você não tenha mais os sintomas, este é o tempo que leva para que a medicação faça efeito e remova a tricomoníase do seu corpo;
  • Não divida o seu medicamento: caso seja necessário, leve o seu parceiro junto na consulta para que ele também receba a receita do medicamento indicado;
  • Mesmo após o tratamento, você pode contrair a doença de novo. Use preservativo.

O que acontece se não tratar a tricomoníase?

Se você não procurar um médico ou não seguir o tratamento recomendado para a tricomoníase, vai continuar com a doença, mesmo que não note os sintomas e passá-la para os parceiros sexuais que tiver. Isso não é nada agradável para os outros.

 

Embora os sintomas de tricomoníase sejam quase imperceptíveis, não tratar essa DST pode aumentar os seus riscos de contrair HIV, o vírus que causa AIDS. se você tiver a doença durante a gestação e não tratar, o bebê pode nascer prematuro ou abaixo do peso.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here