Aprenda a reconhecer os tipos de babosa e para que serve cada um

0
1449

Aprenda a reconhecer os tipos de babosa e para que serve cada um

Além de seus famosos benefícios para pele e corpo, ainda dá para usar a babosa na decoração da casa.

Com ricas propriedades para a saúde e cuidados do corpo, a Aloe vera, mais conhecida como babosa, é uma planta do ramo das suculentas, típica de lugares secos. Além de linda para decorar e encantar os olhos, está na história com fins medicinais desde a Antiguidade, sendo que suas propriedades cosméticas já eram conhecidas lá no Egito antigo. Não é à toa que são famosas as receitas e conselhos da vovó, passados de geração em geração, sobre os benefícios dessa planta poderosa.

 

Mas você sabia que existem mais de 300 tipos de babosa? E apenas alguns deles são próprios para o consumo. Aqui no Brasil, os mais conhecidos e de uso seguro para tratamentos de saúde e de beleza são os chamados babosa verdadeira (Aloe vera ou Aloe barbadensis) e a babosa verde (Aloe arborescens).

Tipos de babosa

1.Aloe vera ou Aloe barbadensis

Aprenda a reconhecer

Essa espécie de babosa nasce no verão, vai bem em climas tropicais e cresce bonita em vasos, com caule curto d alcança no máximo um metro de altura, ou seja, é ótima para cultivar em casa. Tem folhas grossas e verdes, de bordas serrilhadas e bem carnudas, com a típica goma da babosa bastante proeminente. E dá flores amarelas, no formato de espiga.

Usos e benefícios

Por possuir muito gel em suas folhas, esse é um dos tipos de babosa usado especialmente para fins cosméticos. Seu extrato é bastante comercializado em loções para pele, hidratantes e pomadas, além de xampus, sabonetes, cremes para barbear e mesmo maquiagens. Cicatrizante e desintoxicante natural, tem o benefício de dar ao corpo muito mais vitalidade e, à pele, um aspecto de hidratação e brilho saudável.

Por essas e outras, a Aloe barbadensis é a babosa com fama de combater o envelhecimento precoce da pele. Quer mais? Essa espécie de babosa é ainda um poderoso antioxidante, indicado para o tratamento de diversos problemas de pele, como acne e queimaduras. E claro, para os cabelos, você já deve conhecer: funciona como uma fonte de nutrientes para fios saudáveis e cheios de brilho, por pura hidratação natural.

Verdadeiro presente da Natureza, a Aloe vera ou Aloe barbadensis pode ser usada, a princípio, sem riscos de contra indicações.  Mas em caso de dúvidas ou reações, procure um médico.

2.Aloe arborescens

Aprenda a reconhecer

Semelhante a um cacto, essa espécie, conhecida popularmente como babosa verde, pode atingir até quatro metros de altura. Suas folhas suculentas, com espinhos na borda, podem apresentar uma leve tonalidade de azul e, quando cortadas, liberam com fartura a famosa goma das babosas. Suas flores, em tons de vermelho e laranja forte, nascem no inverno.

Apesar de ser típica de regiões montanhosas, se adapta perfeitamente a outros espaços, desde que amplos, pois além da altura, é um dos tipos de babosa que podem alcançar até um metro e meio de diâmetro. Além de terreno espaçoso, é uma espécie que pede água e luminosidade.

Usos e benefícios

Estudos científicos sugerem que a babosa Aloe arborescens é a mais benéfica para a saúde, por reunir um amplo espectro de fitonutrientes e de propriedades farmacêuticas, isto é, curativas. Destaca-se por promover uma limpeza profunda no corpo, atuando como um desintoxicante poderoso, especialmente purificando o sangue, protegendo o fígado e reduzindo os níveis de colesterol ruim.

Seu conhecido gel é rico também em vitaminas, minerais, aminoácidos e substâncias antioxidantes, com excelentes propriedades anti-inflamatórias e cicatrizantes, que fortalecem o sistema imunológico, melhoram a digestão e aceleram o metabolismo.

A ingestão do gel dessa espécie de babosa numa mistura com mel é uma receita já famosa, inclusive por sua ação anticancerígena. Mas sempre é bom alertar: todo cuidado é pouco e, em caso de dúvida, a palavra do médico é definitiva, até porque o efeito colateral dessa bebida pode ser um intestino solto.

Então, gostou de conhecer um pouco mais sobre os tipos de babosa? Que tal formar um vaso ou um canteiro com sua espécie preferida e, de quebra, aproveitar os poderes dessa planta poderosa? Vale experimentar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here