Aprenda a evitar e tratar unhas encravadas

0
200

Aprenda a evitar e tratar unhas encravadas

Quando a ponta da unha invade o espaço da pele que está ao redor, vem o problema da unha encravada, provocando muita dor, vermelhidão e inflamação.

Se você não tem problema com unha encravada, você é uma exceção (pelo menos, por enquanto!). O problema afeta mãos e pés de muitas mulheres – isso porque sapatos de ponta fina estão entre as principais causas – e provoca bastante dor, vermelhidão, desconforto e até dificuldades para andar e praticar exercícios físicos.

As unhas são importantes para proteger a ponta dos dedos das mãos e dos pés e, algumas vezes, as suas pontas podem penetrar nos tecidos moles que ficam em torno delas. O corpo, então, interpreta esse ataque à pele como um objeto estranho e começa a combatê-lo. Aí temos um caso clássico de onicocriptose ou, como é mais conhecida, unha encravada.

A boa notícia é que o problema tem tratamento e o melhor: prevenção. Saiba mais sobre isso.

Unhas encravadas: causas

Na maior parte dos casos, as unhas encravadas estão relacionadas ao corte errado, quando as unhas são cortadas muito curtas ou com as pontas arredondadas, mas há ainda outros motivos, como:

– sapato apertado;

– fatores hereditários;

– trauma na região;

– formato da unha (curvadas para dentro);

– dedos mais gordinhos.

Unhas encravadas: como evitar

Algumas dicas são valiosas para evitar que as unhas encravem:

– mantenha a unha sempre quadrada;

– prefira sapatos com bicos largos ou abertos, que deixa as unhas livres;

– corte a unha a cada 15 dias;

– se você já sofre com unhas encravadas, não deixe qualquer pessoa cortar suas unhas. Se possível, procure um podólogo ou manicure especializado.

Unhas encravadas: como tratar

Quem já está sofre com unhas encravadas pode ficar de olho nessas dicas para começar a dar adeus ao problema.

1.Pode desencravar em casa?

Nunca! Desencravar em casa pode piorar o problema, além de infectar o local com material contaminado. Procure um profissional habilitado. Uma dica interessante é deixar o pé de molho em água morna para amolecer e depois, caso consiga, cortar a unha, mas não muito curta. Mas isso só se não estiver incomodando muito, pois a dor é sinal de alerta.

2.Quando devo procurar um podólogo?

Logo que a unha começar a incomodar, para evitar uma situação mais crítica, ou se, ao cortar a sua unha, você geralmente sente dor ou desconforto.

3.E se tiver inflamado e com pus?

Neste caso, o podólogo irá retirar o pedaço da unha que está encravado com um bisturi, depois é feito um curativo e em cerca de 24 horas o caso já estará bem melhor. Casos mais graves de unhas encravadas envolvem tratamento com antibióticos. Vale reforçar que não deve mexer no local nem tentar desencravar ou retirar o pus.

4.E quem tem casos crônicos de unhas encravadas?

Quem sofre com unhas encravadas constantemente pode recorrer a uma cirurgia chamada cantoplastia ungueal, que retira os cantos das unhas e cauteriza a raiz da unha para prevenir a volta do problema.

5.Qual pomada posso usar?

Cremes à base de mentol, cânfora e óleo de eucalipto ajudam a aliviar a dor da inflamação das unhas encravadas. Deixar a unha de molho na água quente com sal também funciona.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here