Verrugas no rosto: causas e tratamento

0
711

Verrugas no rosto: causas e tratamento

 

Tumorações benignas de pele, as verrugas no rosto muitas vezes acabam assustando e incomodando esteticamente, por isso, muitas pessoas acabam procurando formas de procedimento para tirá-las. Na maioria das vezes assintomáticas, as verrugas no rosto não avisam o surgimento e muitas vezes não apresentam nenhuma alteração prejudicial a saúde.

 

O diagnóstico é feito conforme o local de surgimento da lesão. Apenas um médico especializado poderá avaliar qual o tipo de tratamento mais recomendado, sendo necessário em alguns casos a realização de exames laboratoriais para a confirmação. Sintomas que envolvem lesões do câncer de pele, costumam apresentar uma alteração de um excessivo crescimento de pele, que pode ser confundido com verruga.

 

Causas e tipos de verrugas no rosto

 

A verrugas no rosto são causadas pelo vírus HPV (papiloma vírus humano) e podem surgir em diversos lugares do corpo, em diversos tamanhos e proporções.  Seu contágio é feito pelo contato direto ou auto-inoculação. Para isso, é preciso que tenha ferimentos e arranhões abertos, para que o vírus possa se instalar. No rosto é muito comum aparecer em homens, por conta do ato rotineiro de barbear.  

 

As verrugas na face costumam ser de dois tipos, a plana ou a filiforme. Conheça as especificidades de cada uma delas:

 

– Verruga plana: Muito comum o surgimento em diversos locais do rosto, a verruga plana apresenta um aspecto amarelado e achatado, com um tamanho máximo de 5mm, com uma textura macia.

 

– Verruga filiforme: Com um aspecto fino e um leve alongamento, lembrando uma cobra pequena, a verruga filiforme costuma aparecer na face, nos lábios, no pescoço e nas pálpebras, sendo muito comum em pessoas de idade mais avançada e com imunidade baixa, como portadores do vírus do HIV e pessoas com doenças auto-imunes.

 

O mais recomendado é a retirada das verrugas da face, pois por serem virais é possível transmitir para si e também para outras pessoas, por meio do toque ou de objetos e locais contaminados, normalmente locais compartilhados como banheiros coletivos, vestiários, piscinas, clubes e academias. É importante evitar encostar as mãos na elevação ou cocar com freqüência. Mesmo após o procedimento, é possível a reinfecção, já que a pessoa não fica imune ao surgimento de novas verrugas.  

 

Verrugas no rosto: como tirar?

 

Em algumas pessoas, as verrugas no rosto acabam desaparecendo espontaneamente de maneira lenta, porém para outras, é preciso utilizar remédios específicos até no intuito de acelerar a retirada delas. É importante não tentar tirar sozinho com alicate ou instrumento de corte. É necessário a ajuda de um médico dermatologista, já que procedimentos assim podem causar infecções e prejudicar a saúde.

 

O mais comum são as cauterizações químicas com raspagem e ácidos. Em alguns casos são realizadas pequenas cirurgia para a remoção com laser, eletrocauterização ou com o uso de nitrogênio líquido ou neve carbônica, que é quando ocorre a queimadura pelo frio. Após a retirada da verruga, é preciso cuidar para que a uma nova camada de pele possa surgir saudavelmente no local, por isso é recomendado não colocar as mãos no local após o procedimento.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here