Vesícula inflamada ou colecistite: causas, sintomas e tratamentos

0
343

Vesícula inflamada ou colecistite: causas, sintomas e tratamentos

A vesícula inflamada, também conhecida como colecistite, é uma irritação da vesícula biliar, um órgão bem pequeno que fica próximo ao fígado, na parte superior direita do abdome. O trabalho da vesícula é carregar um suco digestivo chamado bile e jogá-la no intestino para quebrar as moléculas de alimentos gordurosos.

No entanto, quando o caminho até o intestino está bloqueado, a bile fica presa na vesícula e não faz o seu trabalho – e é assim que a colecistite acontece.

Náusea e vômitos são sintomas muito comuns que aparecem especialmente quando você comeu muito ou ingeriu muitas gorduras, mas é fácil confundir a vesícula inflamada com outros problemas de saúde. Se você também sente uma dor na parte superior direita da barriga ou na mesma região, nas costas, é bom procurar um médico. Quando a vesícula inflamada não é tratada, pode levar a outros problemas mais graves.

O que causa a vesícula inflamada

Na maioria dos casos, a vesícula inflama por conta de cálculos, também conhecidos como pedras, que se depositam no órgão. Essas pedras, na verdade, são pedacinhos da bile que ficaram sólidos porque não puderam sair de dentro da vesícula, provavelmente por conta de uma inflamação que bloqueou o seu caminho até o intestino delgado.

Mas pedras na vesícula são comuns – nos EUA, de 10% a 20% da população as têm e metade dessas pessoas sentirá os sintomas da colecistite um dia.

Outras causas da colecistite, além da pedra na vesícula, são:

  • Gravidez ou perda de peso repentina que obstrui as saídas da vesícula;
  • Tumores que crescem na vesícula, no fígado ou no pâncreas;
  • Quando a vesícula não possui fluxo sanguíneo suficiente (comum em pacientes com diabetes);
  • Infecções bacterianas.

A inflamação na vesícula pode acontecer de repente e se manifestar de forma aguda. Quando a pessoa convive com a condição durante um tempo, a condição é crônica.

Grupos de maior propensão à colecistite

  • Mulheres com mais de 50 anos
  • Homens com mais de 60 anos
  • Sobrepeso
  • Diabetes
  • Colesterol alto

Quais são os sintomas da vesícula inflamada

A colecistite pode imitar os sintomas de outros problemas de saúde, então o ideal é visitar o seu médico para um diagnóstico preciso. Durante uma crise, você pode sentir dores na parte superior direita do abdome ou nas costas, na mesma região. A dor pode piorar quando você respira fundo. Alguns outros sintomas da vesícula inflamada:

  • Náusea
  • Vômito
  • Febre
  • Enjoo
  • Pele ou olhos amarelados (icterícia)

Se você não conseguir se sentir confortável ou ficar sentado por conta da dor, é melhor ir ao hospital.

No consultório médico

O médico irá te examinar e fazer algumas perguntas sobre os seus sintomas e provavelmente pedir alguns exames para confirmar o diagnóstico. Você precisa estar preparado para:

  • Detalhar os sintomas e quando começaram, se já os sentiu antes
  • Descrever quão severa é a sua dor em uma escala de 1 a 10
  • Falar sobre coisas que aliviam ou pioram a sua dor7

A partir de um hemograma, o médico consegue verificar se você possui uma infecção e se o seu fígado está funcionando como deve. Também podem ser requeridos outros exames complementares para fechar o diagnóstico, como:

  • Raio X da barriga
  • Ultrassonografia
  • Tomografia computadorizada
  • Endoscopia

Complicações

Se você não procurar tratamento, a sua vesícula pode ficar infectada e os tecidos podem morrer. Em casos mais severos sem tratamento, a infecção pode se espalhar por outras partes do corpo, como o pâncreas, causando pancreatite ou nos tecidos da barriga.

Se os tubos que carregam a bile sofrerem muitos danos, a colecistite também pode danificar o seu fígado. Você pode ter eventos repetidos de sintomas dolorosos, transformando a condição em um problema de longo prazo – ou crônico.

Tratamentos da vesícula inflamada

Se você tem colecistite, especialmente no caso agudo, talvez seja necessário passar algum tempo no hospital. Mantenha o estômago vazio para que a vesícula possa descansar um pouco. Você provavelmente vai receber medicação e soro intravenosos para evitar a desidratação e tratar inflamações ou infecções que possa ter. Assim que receber os medicamentos, já vai começar a se sentir melhor.

Caso as pedras na vesícula tenham causado o seu problema, pode ser necessário seguir um tratamento para dissolvê-las e evitar que se formem de novo. Seu médico poderá recomendar uma dieta com baixo teor de gordura.

Cirurgia para remoção da vesícula 

Não há nada de medonho. Na verdade, a cirurgia é um dos tratamentos mais recomendados para a colecistite. Dependendo da gravidade do seu caso, o médico pode fazer a cirurgia de imediato ou agendar o procedimento para semanas ou meses depois, sempre que os sintomas estiverem controlados. Se os sintomas forem severos, pode ser preciso esperar uma melhora. Nesse caso, você pode ter o seu líquido da vesícula drenado antes de fazer a cirurgia para aliviar os sintomas.

A colecistectomia, ou cirurgia para remoção da vesícula, demora cerca de uma hora e é considerada de baixo risco. Você irá tomar uma anestesia geral (ou seja, não vai ficar acordado durante o procedimento). O médico vai fazer uma pequena incisão na parte inferior da sua barriga e usar uma câmera (videolaparoscopia) para visualizar seus órgãos. Depois, faz-se outro corte pequeno para retirar a vesícula e você pode viver uma vida perfeitamente saudável sem ela.

Como prevenir a colecistite

Não dá para evitar com 100% de certeza as chances de ter uma vesícula inflamada, mas você certamente pode tomar atitudes saudáveis no seu estilo de vida para reduzir as chances de ser acometido pela doença:

  • Diminua os níveis de colesterol
  • Controle o seu peso
  • Faça exercícios regularmente
  • Tenha uma dieta rica em frutas, vegetais e gorduras saudáveis (ovos, soja e frutos secos são boas opções).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here