Conheça as maravilhas da yoga para gestantes

0
248

Conheça as maravilhas da yoga para gestantes

Da gravidez ao pós-parto, veja o que a yoga pode fazer por você e por seu bebê.

A ansiedade e algumas dores no corpo acompanham as mulheres durante a gestação. É o momento em que elas precisam lidar com as expectativas e os desafios da chegada de um bebê enquanto se viram com os pés inchados, as costas doloridas, prisão de ventre e várias outras reações físicas que uma gravidez traz. Equilibrar o corpo e a mente é fundamental tanto para aliviar o estresse quanto as dores e poucos exercícios alcançam esse objetivo tão bem quanto a yoga para gestantes.

Verdade seja dita, a yoga em qualquer fase da vida já é uma maravilha. Mas no caso da yoga durante a gravidez, os benefícios praticamente passam pelo cordão umbilical, pois fortalecem a conexão entre a mãe e o bebê. Não é à toa que é comum gestantes afirmarem que os movimentos do bebê ficam mais intensos durante o exercício. Não é que o bebê fique agitado, é justamente o contrário! Como a mãe está mais relaxada, ela consegue sentir mais o seu bebê.

Quer mais uma vantagem? A concentração e foco na respiração, indispensáveis durante os exercícios, deixam a mulher mais conectada ao próprio corpo e mais ciente das mudanças em seu organismo provocadas pela gravidez, promovendo uma sensação de tranquilidade, segurança e bem-estar.

Mas os benefícios da prática de yoga na gravidez não param por aí. A lista é longa, mas separamos algumas vantagens para te dar aquele incentivo para começar logo. Ah, a dica vale tanto para quem já está grávida quanto para quem ainda pretende engravidar.

Yoga para gestantes: conheça os benefícios

Prepara para o parto

Além de melhorar a postura e diminuir as dores nas costas, a yoga durante a gravidez fortalece a musculatura pélvica, fundamental para prepará-la para a hora do parto, e aumenta a flexibilidade dos quadris e das pernas. Isso é importante não apenas para evitar um parto prematuro, mas para que a mulher também não tenha incontinência urinária de esforço.

Alguns exercícios da yoga trabalham a respiração, importantes durante a gravidez para oxigenar o corpo do bebê, e praticamente dão uma aula de parto. Dá para colocá-los em prática na hora que seu bebê vier ao mundo! Você com certeza se sentirá mais tranquila e segura.

Reduz o estresse

Um estudo realizado no Reino Unido comprovou que a yoga pode ajudar a amenizar o estresse durante a gestação. Os pesquisadores calcularam que uma única aula reduziu os níveis de hormônios do estresse em 14%, pois as atividades relaxam o corpo e fazem o cérebro liberar a serotonina, o hormônio do prazer. A yoga também melhora o equilíbrio mental, fundamental durante a gestação, não é verdade?

Diminui o inchaço

A yoga durante a gravidez aumenta a circulação sanguínea, diminuindo o inchaço comum no fim da gestação. Isso porque os exercícios de respiração fazem com que o coração bata mais rápido, acelerando também o funcionamento dos rins e, consequentemente, minimizando a retenção de líquido.

Alívio das dores

Já falamos desse benefício da yoga para gestantes, mas ele é tão importante que vale repetir. Os exercícios de postura ajudam a aliviar as dores na coluna e a fortalecer os músculos das costas. Após o parto, o yoga ainda ajuda a realinhar a coluna e a se recuperar da perda repentina de peso.

Tô grávida! Já posso começar o yoga?

Geralmente, o yoga está liberado desde o primeiro mês se a gestante já praticava os exercícios antes de engravidar, ou a partir do segundo trimestre para quem nunca praticou, mas é importante seguir algumas recomendações. A primeira é conversar com seu médico para saber se a yoga durante a gravidez está liberada.

É muito importante que a futura mamãe procure aulas especialmente desenvolvidas para essa fase, pois nem tudo está liberado. Nenhum exercício deve pressionar a região abdominal ou exigir a retenção da respiração. Posturas que exigem torção do abdômen e as que são realizadas de barriga para baixo também estão proibidas durante a gestação. A regra é a mesma para as de cabeça para baixo, pois podem comprimir o cordão umbilical ou causar pressão no diafragma. Para usufruir dos benefícios do yoga para gestantes, é aconselhável a prática da atividade, no mínimo, duas vezes por semana.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here